Frota Verde: Santa Catarina participa de programa piloto do Ministério da Economia

Enviar no WhatsApp
Frota Verde: Santa Catarina participa de programa piloto do Ministério da Economia

Foto: Maurício Vieira/Secom

Com o objetivo de implementar o programa piloto Frota Verde em Santa Catarina, o secretário da Fazenda (SEF/SC), Paulo Eli, participou na manhã desta sexta-feira, 17, de videoconferência com representantes do Ministério da Economia. O projeto tem o intuito de renovar a frota de veículos poluentes nas rodovias do país.

“Em 2019, implementamos a Tributação Verde no Estado, que trouxe um novo paradigma econômico. Como temos uma das melhores infraestruturas e logísticas do país, participar do programa Frota Verde irá auxiliar na transformação para um ambiente ainda mais seguro aos catarinenses. A partir de agora, iremos criar grupos de trabalho e desenvolver as dinâmicas necessárias para a implementação”, afirma o secretário.

A primeira fase é de reciclagem veicular, voltada aos veículos pesados, como caminhões, ônibus, micro-ônibus e implementos rodoviários (reboques, semirreboques, carrocerias), com revisão de impostos e criação de melhores condições aos frotistas e empresários do ramo. “O programa é uma integração em rede, entre os governos Federal e Estadual e o setor produtivo de bens e serviços, para a reciclagem dos veículos pesados, já que temos uma frota antiga que é muito poluente”, pontua a coordenadora-geral de Ambiente de Negócios do Ministério da Economia, Margarete Gandini.

Para o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina (Fetrancesc), Ari Rabaiolli, o programa Frota Verde irá beneficiar os empresários catarinenses. “Queremos construir benefícios para os catarinenses que fizerem parte do programa de renovação de frota, incentivando os empresários de grandes, médias e pequenas empresas, bem como os autônomos”, ressalta.

Participaram da reunião o vice-presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), José Sprícigo; o vice-presidente da Fetrancesc, Dagnor Schneider; o representante da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Samy Kopit; o coordenador das Indústrias do Complexo Automotivo do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Thomas Caldellas; e o representante do Ministério da Infraestrutura, Antônio Ferreira.


Por Assessoria de Comunicação da Secretaria da Fazenda

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo