Com pavimentação precária, BR's em SC comprometem segurança e economia

A BR-470 se destaca como das piores do estado

Enviar no WhatsApp
Com pavimentação precária, BR's em SC comprometem segurança e economia

Foto: Antônio Perini/Reprodução/D+News

 

Pavimentação deteriorada é uma situação constante nas rodovias federais em Santa Catarina, revela estudo da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), realizado entre agosto e setembro, pelo engenheiro Ricardo Saporiti.

O levantamento  identifica pontos críticos em praticamente todos os 1,18 mil quilômetros percorridos nas BRs 282, 470, 153, 158 e 163 (integralmente), além do trecho da BR-470 entre Indaial e a divisa com o RS. No traçado entre Florianópolis e Lages da BR-282, principalmente até Alfredo Wagner, o principal entrave é a lentidão do tráfego, devido ao movimento intenso. Neste caso, a FIESC sugere a implantação de terceiras faixas, especialmente em subidas, e a retomada de estudos para a execução do traçado original da rodovia na Grande Florianópolis. O relatório foi apresentado em reunião da Câmara de Transporte e Logística da FIESC nesta quinta (24).

O relatório será enviado pela FIESC às autoridades estaduais e federais, incluindo os poderes executivos e os parlamentares eleitos e reeleitos. No dia 5 de dezembro o tema será retomado, com a apresentação da agenda de infraestrutura, pela qual a entidade deverá demonstrar as principais necessidades catarinenses no setor.

O engenheiro Ricardo Saporiti tem realizado vistorias nas rodovias catarinenses desde 2011. Nesse período, ele percorreu 13.423 quilômetros. O número supera a malha rodoviária total de Santa Catarina, mas algumas rodovias foram visitadas mais do que uma vez.

BR 470

Se tratando específicamente de BR 470, de Indaial à Divisa SC/RS, foram destacados nove pontos com a pista danificada, em alguns casos em longos trechos. No km 193,5, os defeitos se estendem por 5 quilômetros, no km 124, chegam a 4 mil metros e no km 158,6 a avaria tem extensão de 1,35 mil metros.

Nesta rodovia, foram observadas obras em andamento para a construção de viaduto e de ponte em Pouso Redondo e de restaurações de subtrechos entre Otacílio Costa e a Divisa com o Rio Grande do Sul.

Defeitos na pavimentação

BR-470

  • Km 124 (cerca de 4 km)
  • Km 158,6 (1,35 km)
  • Km 169,2
  • Km 186
  • Km 189
  • Km 195,5 (cerca de 5 km)
  • Km 347
  • Km 352
  • Km 358,6

 

Com informações da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina – FIESC
Gerência Executiva de Comunicação Institucional e Relações Públicas – GECOR

Matéria na íntegra:

https://fiesc.com.br/pt-br/imprensa/com-pavimentacao-precaria-brs-em-sc-comprometem-seguranca-e-economia

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo