Acidente com 6 veículos provoca incêndio e mortes na Serra catarinense

Colisão ocorreu na manhã desta sexta-feira na BR-116, em Capão Alto.

Enviar no WhatsApp
Acidente com 6 veículos provoca incêndio e mortes na Serra catarinense

Colisão ocorreu por volta das 6h40 desta sexta-feira — Foto: PRF / Divulgação

 

Um acidente envolvendo seis veículos em Capão Alto, na Serra catarinense, provocou um incêndio na manhã desta sexta-feira (13) e interditou um trecho da BR-116 causando filas. Cinco pessoas morreram e pelo menos quatro ficaram feridas. (Veja no vídeo acima).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão ocorreu por volta das 6h40, no km 269. O acidente envolveu três caminhões, com placas de Sananduva e Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, e outro com placas de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

Além destes, outros três carros também estiveram envolvidos, sendo dois de Lages, na Serra catarinense, e um de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. Dois veículos pegaram fogo e ficaram totalmente destruídos.

Ainda segundo a PRF, cinco pessoas que estavam em um Uno, com placas de Lages, não resistiram aos ferimentos e morreram no local. Segundo a Arteris Planalto Sul, concessionária responsável pela rodovia, os corpos das vítimas foram encontrados carbonizados.

Quatro pessoas, que estavam em outro carro, tiveram ferimentos, sendo que uma delas sofreu lesões graves. Segundo o Corpo de Bombeiros, elas foram levadas para o Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages. Os ocupantes dos outros veículos não se machucaram.

Trânsito

Segundo a Arteris Planalto Sul o local do acidente era de difícil acesso e comunicação. A via foi interditada e houve formação de filas nos dois sentidos de até cinco quilômetros. Por volta das 10h20, apenas o sentido Norte da rodovia estava liberado.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo