SC registra menor número de casos ativos de Covid-19 em quatro meses

Segundo o Painel do Coronavírus, mais de 4,1 mil pessoas ainda estão em tratamento do vírus no Estado

Enviar no WhatsApp
SC registra menor número de casos ativos de Covid-19 em quatro meses

Foto: Reprodução Internet

 

Santa Catarina chegou ao menor número de casos ativos de Covid-19 em quatro meses, segundo dados do Painel do Coronavírus do NSC Total. Nesta segunda-feira (22), são 4.115 pacientes ainda em tratamento do vírus — é o número mais baixo registrado no Estado desde 25 de abril, quando eram 3.751 casos. 

Em relação ao início do mês, a queda no número de casos ativos é de 52,5%. Em 1º de agosto, 8.660 pacientes estavam em tratamento contra o coronavírus em SC, número que despencou em três semanas.

Ao menos 57 municípios catarinenses não têm pacientes em tratamento contra Covid-19, o que representa 19,32% do Estado. Além disso, 19 cidades ainda não tiveram pacientes em tratamento da doença em agosto. São elas: 

 

  • Abdon Batista 
  • Alto Bela Vista 
  • Arabutã
  • Bela Vista do Toldo 
  • Calmon
  • Celso Ramos 
  • Cunhataí
  • Doutor Pedrinho
  • José Boiteux 
  • Jupiá
  • Nova Erechim 
  • Paraíso
  • Presidente Castello Branco 
  • Rio do Oeste 
  • Santa Helena 
  • São Bernardino 
  • São Domingos 
  • São Martinho
  • Urupema

 

Entre os municípios com casos ativos, Florianópolis lidera a lista com 645, seguida de Joinville, com 429, e Chapecó, com 243. A queda de casos ocorre cerca de seis meses após Santa Catarina registrar recordes de infecções em janeiro. Na ocasião, o Estado chegou a ter mais de 80 mil pessoas em tratamento da doença.

Queda na capacidade do vírus e cobertura vacinal explicam redução

De acordo com infectologista Tarcisio Crocomo, há quatro fatores que podem explicar a queda nos números. Entre elas, a cobertura vacinal e o poder de infecção do vírus. 

— Além da vacina, houve uma diminuinação da capacidade do vírus em causar maiores danos de forma geral, apesar de ainda termos casos e alguns de forma grave. Outro motivo é de que, de alguma forma, as pessoas têm se cuidado em situações de maior risco — pontua. 

O especialista salienta que mesmo com a queda nos índices, ainda é preciso tomar os cuidados necessários para evitar a contaminação. 

— É importante não esquecer que o vírus veio para ficar e a possibilidade de novas cepas ainda existe — complementa. 

Desde o início da pandemia, Santa Catarina confirmou 1.856.891 casos da doença. Só nesta segunda-feira, mais 116 foram adicionados. A média móvel, conforme o Painel do Coronavírus, está em 430 novos casos diários. 

Em relação às mortes, 22.333 foram registradas em mais de dois anos de pandemia. Nesta segunda-feira, mais três óbitos em decorrência da Covid-19. 

 

Por Luana Amorim - Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo