Santa Catarina zera filas para UTIs pediátricas e neonatal

Enviar no WhatsApp
Santa Catarina zera filas para UTIs pediátricas e neonatal

Foto: Reprodução Internet

 

A fila por um leito de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) pediátrica ou neonatal foi zerada em Santa Catarina nesta terça-feira (2). Mas, mesmo assim, segundo a Fiozcruz, o Estado segue com patamar elevado de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em crianças.

A região Meio-Oeste e Serra catarinense tem 96,43% das vagas de UTI neonatal ocupadas. Seguidas das regiões da Grande Florianópolis, com 94,87% de leitos ocupados e a Grande Oeste, com 94,44%.

O Estado vive, desde maio, graves problemas por falta de leitos de UTI Neonatal e duas crianças morrem no período.

Após o Decreto nº 1.975 de 03/06/22 publicado em junho pelo Governo Carlos Moisés, que colocou o Estado em situação de emergência após o aumento e acúmulo de casos de doenças infecciosas virais, é possível ter maior agilidade nos processos de aquisição de equipamentos e contratação de funcionários para realizar a abertura de leitos de UTI. ?

 

Com informações ND+

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo