Policial mata ex-mulher, filho de três anos e se suicida em Camboriú

Militar lotado em Itajaí realizou os disparos após discussão sobre a possibilidade do casal reatar o relacionamento.

Enviar no WhatsApp
Policial mata ex-mulher, filho de três anos e se suicida em Camboriú

Elenir Ottowicz, de 42 anos, era ex-companheira de Delmar Camargo (Foto: Reprodução / Divulgação)

O cabo da Polícia Militar Delmar Camargo, de 45 anos, matou a ex-companheira e o filho na noite de sexta-feira (28) em Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina. Após discussão sobre a possibilidade do casal reatar o relacionamento, o militar disparou contra Elenir Ottowicz, de 42 anos, e Davi Gabriel, de apenas três anos. Em seguida, também atirou contra si, cometendo suicídio. As informações foram repassadas pela Polícia Militar.

Conforme o capitão Tiago Teixeira Guilhardi, comandante da 1ª Companhia do 12º Batalhão da PM, o crime ocorreu por volta das 23h na Rua Silveira, bairro Tabuleiro. Como a mulher morava em um conjunto de apartamentos com familiares na vizinhança, os parentes ouviram os disparos e acionaram a PM.

O comandante também afirma que Delmar Camargo estava em processo de exclusão da corporação havia alguns meses. O motivo do procedimento disciplinar, porém, não foi confirmado pelo capitão Guilhardi.

A corporação irá instaurar um inquérito policial militar para apurar as causas do crime, além de repassar o caso para investigação da delegacia da comarca de Camboriú. Os três corpos foram encaminhados para o Instituto Geral de Perícias (IGP), que deve apurar detalhes como quantidade de tiros e membros dos corpos que foram atingidos.

 

Por Redação DC

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo