Empresa deixa R$ 10 milhões de prejuízo a clientes em SC vira alvo da Polícia Federal

De acordo com a PF de Itajaí, empresa prometia altos lucros em operações no mercado financeiro mas bloqueou os saques e o contato com os clientes.

Enviar no WhatsApp
Empresa deixa R$ 10 milhões de prejuízo a clientes em SC vira alvo da Polícia Federal

Reprodução Internet

 

Uma empresa de investimentos é alvo de operação da Polícia Federal em Itajaí, no Litoral Norte de Santa Catarina. De acordo com as investigações, após capitalizar cerca de R$ 10 milhões, os dois donos do negócio bloquearam os saques e cortaram o contato com os clientes. Ambos foram presos no amanhecer desta quinta-feira (1º). A PF ainda cumpriu duas ordens de busca e apreensão em endereços ligados à dupla. 

A polícia diz que um casal de jovens abriu uma empresa de investimentos que prometia rendimentos que supostamente seriam obtidos através de fundos e operações no mercado financeiro. Em dois anos e meio, entre abril de 2019 e setembro de 2021, a dupla recebeu dos clientes, principalmente moradores de Santa Catarina, cifras milionárias para investir. 

Porém, ao final do ano passado, a empresa bloqueou os saques e os sócios deixaram de manter contato com os clientes, deixando-os no prejuízo. 

A Justiça Federal decretou a indisponibilidade, arresto e sequestro de ativos patrimoniais relacionados a quatro pessoas investigadas. Os dois sócios principais foram presos temporariamente nesta quinta (1º) e indiciados nos crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, de estelionato e de lavagem de dinheiro. 

 

 

Por Talita Catie - NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo