Testemunhas são ouvidas em audiência da Operação Alcatraz na Justiça Federal

Também foram marcadas sessões para esta terça (29) e quarta (30). Operação da PF ocorreu no final de maio.

Enviar no WhatsApp
Testemunhas são ouvidas em audiência da Operação Alcatraz na Justiça Federal

Foto: Tiago Ghizoni / Diário Catarinense

 

Uma audiência na Justiça Federal relacionada à Operação Alcatraz ocorreu na tarde desta segunda-feira (28) em Florianópolis. Foram ouvidas nove testemunhas de defesa. Haverá mais outras duas audiências nesta terça (29) e quarta (30).

Nesta fase do processo, o interrogatório é referente a uma das cinco ações penais da operação. Conforme denúncia do Ministério Público Federal (MPF), os fatos teriam relação com dispensas de licitação realizadas em 2011, favorecendo as Secretarias de Desenvolvimento Regional de Ituporanga e Rio do Sul.

São réus neste processo o ex-secretário adjunto de Administração do Estado Nelson Castello Branco Nappi Junior, o empresário da área de tecnologia Maurício Barbosa e o servidor público Luiz Carlos Maroso. Todos negam envolvimento nos crimes investigados pela Polícia Federal.

De acordo com a Justiça Federal, a audiência desta segunda começou às 13h e terminou por volta das 17h. Até a publicação desta notícia, tramitavam na capital quatro ações penais. Devem ser ouvidas em torno de 40 testemunhas de defesa nos três dias, além dos três réus.

 

Operação

A operação, feita pela Polícia Federal, ocorreu em 30 de maio. No começo de julho, o Ministério Público Federal (MPF) denunciou 18 pessoas. A Justiça Federal aceitou o pedido do MPF e 17 viraram réus por fraudes em licitações, corrupção, peculato e lavagem de dinheiro.

A investigação começou em fevereiro de 2017, quando foi aberto um inquérito a partir de documentos da Receita Federal que indicavam simulações contábeis escrituradas.

Na época que foi deflagrada, foram cumpridos 11 mandados de prisão, sendo sete preventivas e quatro temporárias, e 42 mandados de busca e apreensão, em órgãos públicos, empresas e residências, na capital, São José, Antônio Carlos e Ituporanga, bem como na cidade paulista de Vinhedo.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo