Serpente venenosa mata vaca de 600 quilos na Serra catarinense

Cobra da espécie Urutu-cruzeiro de aproximadamente 2 metros atacou o animal. Caso foi registrado em São Joaquim.

Enviar no WhatsApp
Serpente venenosa mata vaca de 600 quilos na Serra catarinense

Serpente venenosa atacou o animal em São Joaquim — Foto: Arquivo Pessoal/ Divulgação

 

Uma cobra venenosa, da espécie Urutu-cruzeiro, matou uma vaca em São Joaquim, na Serra catarinense, na manhã de sexta-feira (25).

Segundo José Clóvis, responsável pela propriedade onde ocorreu o caso, a vaca pesava aproximadamente 600 quilos e tinha cerca de 4 anos. Ela estava se alimentando no pasto quando foi atacada pela serpente.

Um vizinho do fazendeiro foi até o local desligar a bomba de água da propriedade a pedido de José, quando flagrou a vaca morta.

"Não deu tempo de salvar porque eu nem estava aqui. [...] Deu um susto bem grande e o pior foi o prejuízo. Uma vaca custa uns R$ 4 mil", contou Clóvis.

O homem chegou a localizar a serpente e registrou em fotos. Segundo José, a cobra tinha cerca de dois metros e fugiu para uma área de vegetação no entorno.

"Eu até estou me preparando para ir ali [no pasto] e cortar a grama, deixar limpo", disse o fazendeiro ao G1 SC no início da tarde desta segunda-feira (28).

Ainda de acordo com José, uma cobra da mesma espécie já havia atacado uma égua na propriedade há cerca de um ano. No entanto, o animal foi salvo após receber o atendimento de um veterinário.

 

Urutu-cruzeiro, cobra extremamente venenosa, matou uma vaca em São Joaquim. — Foto: Arquivo Pessoal/ Divulgação

Urutu-cruzeiro, cobra extremamente venenosa, matou uma vaca em São Joaquim. — Foto: Arquivo Pessoal/ Divulgação

 

A espécie

Com o nome científico Bothrops Alternatus, a Urutu-cruzeiro é extremamente venenosa, mas só é agressiva apenas quando se sente ameaçada. A serpente é normalmente encontrada em áreas próximas da natureza e a visualização desse animal é mais frequente no verão.

A orientação do Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC) é limpar os locais onde há animais. Ao encontrar uma serpente a recomendação é evitar colocar as mãos ou se aproximar e acionar os órgãos especializados.

 

Onde ligar

  • Entre em contato com os Bombeiros (193) ou com a Polícia Ambiental da sua cidade (190);
  • Em caso de acidente com serpente, entre em contato com o Samu (192), os Bombeiros (193) ou se dirija ao hospital público mais próximo;
  • Em caso de dúvidas ou orientações sobre procedimentos de primeiros socorros, ligue para o Centro de Informação e Assistência Toxicológica de Santa Catarina (CIATox/SC), pelo telefone: 0800 643 5252.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo