Santa Catarina é o estado “mais feliz” do país

Enviar no WhatsApp

 

Santa Catarina lidera pela segunda vez o ranking de bem-estar no Brasil e aparece como estado “mais feliz” do país, de acordo com o levantamento do economista Daniel Duque, do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Conforme o estudo, esta é a segunda vez que Santa Catarina ocupa a última posição no “índice de infelicidade”. A pesquisa foi feita pela primeira vez em 2013, quando o estado também ocupou o 27º lugar do ranking.

 

Como funciona o ranking?

 A classificação considera a taxa da inflação e a média de desemprego no último ano (quatro trimestres). Quanto mais baixo o indicador, maior é o nível de bem-estar.

 Com economia diversificada e o menor índice de desocupação do país (6,2%), Santa Catarina passou de 9% em 2013 para 10% em 2021. Os estados do Rio Grande do Sul (13%) e Paraná (13,6%) aparecem na sequência, fazendo com que os três estados do Sul tenham os melhores índices de bem-estar do país.

Do outro lado do ranking, sendo considerados pela pesquisa como os estados com maior índice de infelicidade estão Bahia (24,7%), Alagoas (24,3%) e Sergipe (23,9%), puxados pelo alto índice de desocupação. Segundo a pesquisa, nove entre os dez estados considerados mais “infelizes” são da região Norte e Nordeste.

 “A alta empregabilidade tem muito peso para esta percepção de bem-estar do catarinense. Cerca de 2,2 milhões de pessoas estão no mercado formal de trabalho no estado. Santa Catarina ficou em segundo lugar na geração de novos postos de trabalho em 2020 e em terceiro em 2021 (janeiro a maio) ”, avalia o vice-presidente da Fecomércio-SC, Emilio Schramm.

No cenário mundial, porém, a situação não é tão positiva. Entre os 38 países que fazem parte da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Brasil (19,83%) aparece na segunda pior posição do ranking, atrás apenas da Turquia, com 26,28%.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo