Morre no hospital motorista atingido por viga de concreto durante passagem de ciclone em SC

Vítima tinha 30 anos e sofreu traumatismo após ter carro atingido.

Enviar no WhatsApp
Morre no hospital motorista atingido por viga de concreto durante passagem de ciclone em SC

Foto: Reprodução Internet


Morreu na segunda-feira (15) o motorista que foi atingido por uma viga de concreto durante a passagem do ciclone extratropical por Santa Catarina.

Realci Silva Andrade, de 30 anos, conduzia um carro em Balneário Piçarras, quando foi atingido. Ele estava internado na UTI desde o dia 10 de agosto, data do acidente, e sofreu uma parada cardiorrespiratória. De acordo com os bombeiros, Realci foi encontrado inconsciente e preso às ferragens do veículo. Após ser desencarcerado, ele foi levado ao Pronto Atendimento de Piçarras com traumatismo craniano (TCE) e, em seguida, encaminhado para UTI do Hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí.

A confirmação da morte foi dada pelo Hospital de Itajaí e também pelo enteado da vítima, que fez uma publicação no Facebook e lamentou a morte do padrasto. "Pessoal, venho informar que meu padrasto não resistiu os ferimentos na UTI. Obrigado a todos pela força", escreveu Bruno Henrique.

O acidente aconteceu no bairro Itacolomi, por volta das 8h30. O homem, que conduzia um Volkswagen Gol, ficou ferido após uma coluna de concreto de um prédio em construção cair sobre o carro em que ele conduzia.

Ao g1, a empresa responsável pelo empreendimento alegou que a queda da estrutura foi provocada pelo ciclone extratropical que atingiu o estado na última quarta-feira. Em nota, a Vetter Empreendimentos lamentou o ocorrido e disse estar prestando auxílio aos familiares neste momento de luto. 

 

Por Sabrina Quariniri - NSC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo