Justiça determina que Rádio Comunitária tenha transmissor apreendido

Ação foi movida pela ACAERT após sucessivas irregularidades da emissora.

Enviar no WhatsApp
Justiça determina que Rádio Comunitária tenha transmissor apreendido

Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)

 

O Poder Judiciário de Santa Catarina, através da Comarca de Itapiranga, determinou em decisão proferida no dia 13 de julho de 2018 que a Rádio Comunitária Onda Positiva 87,5 FM, mantida pela Associação Rádio Comunitária de Itapiranga, tenha seu transmissor apreendido em função do reincidente descumprimento de ordens judiciais.

Na decisão, o Juiz de Direito Rodrigo Pereira Antunes destacou que a emissora cometeu um “flagrante desrespeito à determinação judicial” de não veicular propaganda comercial na sua programação e determinou uma “medida coercitiva diversa da multa, consistente no sequestro do aparelho transmissor da executada”.

A ação foi movida pela Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão – ACAERT que já tinha obtido uma sentença contra a mesma RADCOM em julho de 2017. Na época, a emissora foi condenada ao pagamento multa diária de R$ 500,00 por divulgar bens, produtos, preços, condições de pagamento, ofertas, vantagens e serviços através de propaganda comercial, o que é proibido por lei.

Na última sentença deste mês, a justiça catarinense concordou em reduzir o valor da multa diária de R$500,00 para R$100,00, o valor total da multa já está acumulado em R$ 40.000,00.

A sentença deve ser executada nos próximos dias por um oficial de justiça. O transmissor apreendido será levado para local seguro, conforme determina a decisão judicial.

 

Fonte: ACAERT

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo