Governo do Estado lança programa que levará internet de qualidade ao campo

Programa Conecta Agro SC terá R$ 100 milhões aplicados nos próximos dois anos melhorando a conectividade no campo.

Enviar no WhatsApp
Governo do Estado lança programa que levará internet de qualidade ao campo

Foto: Divulgação/Julio Cavalheiro/Secom SC

Em poucos minutos, a resposta do comprador: negócio fechado! Assim está sendo a realidade com a internet de alta velocidade que chega agora à Cabanha Velho Oeste. A tecnologia foi possível com o Programa Conecta Agro SC, do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural.

Como ele, outros agricultores de Santa Catarina terão a mesma oportunidade da estrutura de fibra ótica. Serão R$ 100 milhões aplicados nos próximos dois anos melhorando a conectividade no campo. O Programa foi lançado neste domingo, 20, pelo governador Carlos Moisés e pelo secretário da Agricultura, Altair Silva.

No ato na propriedade da família Bison, o governador destacou que o Governo do Estado pretende fazer com que o homem do campo se fixe na propriedade, faça a sucessão familiar e tenha qualidade de vida. "Estamos dando condições aos agricultores para que possamos ter cada vez mais desenvolvimento, tecnologia e eficiência. O Governo do Estado vem fazendo os maiores investimentos na agricultura catarinense. Nosso estado é gigante na capacidade de produção pela força do homem da mulher do campo, da indústria e da tecnologia agregada. É nada mais justo do que apoiar", destacou o governador, citando e agradecendo o apoio da Assembleia Legislativa para aprovação do projeto.

Eduardo Bison trabalha com ovinocultura. A internet de qualidade é fundamental para aumentar as vendas dos animais, o que consequentemente resulta em mais rentabilidade para a família. O produtor relatou que cerca de 80% das vendas são feitas com a tecnologia. Todo o trabalho, desde o nascimento até a venda das ovelhas, é registrado em um sistema de criadores de ovinos. Os animais também são postados nas redes sociais, o que facilita as vendas que são feitas para todo o Brasil.

"Antes o processo era muito demorado. Muitas vezes o cliente precisava vir até a propriedade para ver o animal, além disso a divulgação era menor. Hoje essa realidade mudou. Este programa do Governo do Estado representa progresso, evolução, tecnologia, e nós precisamos acompanhar, mesmo estando no campo. Temos uma empresa a céu aberto. Vai ajudar e muito todos os agricultores e potencializar ainda mais o setor do agronegócio", pontuou o agricultor que também trabalha com genética de animais e participa de diversas feiras, sendo premiado em várias delas.

Os cabos de internet passarão nas principais estradas rurais de Santa Catarina e os recursos previstos no projeto devem ser utilizados para viabilizar a instalação dos serviços de telecomunicação nos municípios. A Secretaria da Agricultura dará o suporte para que os produtores consigam fazer a conexão com suas propriedades.

O secretário Altair Silva enfatizou a importância da internet, especialmente com a Educação. Os agricultores poderão participar de cursos on-line, tendo novas oportunidades de uma formação ainda melhor. Outro benefício é a automação da propriedade, assim como a renda e desenvolvimento. "Este projeto é mais uma semente plantada pelo governador Carlos Moisés. A internet é fundamental para que a agricultura familiar de Santa Catarina continue competitiva, com acesso a mais mercados, capacitações e inovações."

A propriedade da família Bison foi a primeira do Estado a receber a tecnologia. A prefeitura do município também apoiou com extensão da rede de fibra ótica. Posteriormente, por meio do programa Conecta Agro, será possível estender a internet a 12 comunidades do município, atendendo em torno de 200 famílias de agricultores.

"Somos o primeiro município a implantar o Programa, isso nos orgulha muito. Nosso agradecimento ao governador Carlos Moisés por olhar também para os pequenos municípios com essa internet de fibra ótica", disse o prefeito Volmir Felipe.

Acompanharam o ato o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, os secretários da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, adjunto da Agricultura, Ricardo Miotto, o presidente da Cidasc, Júnior Kunz, prefeitos e vereadores da região, além de outras autoridades e comunidade.

Apoio ao produtor

Após a instalação da estrutura de fibra ótica nas estradas rurais, os agricultores contarão com o apoio da Secretaria para fazer a conexão com suas propriedades.

O Fundo de Desenvolvimento Rural possui uma linha de crédito especial para que os agricultores conectem suas propriedades à infraestrutura de fibra ótica do município. Os produtores poderão acessar até R$ 20 mil, com cinco anos de prazo para pagar e sem juros.

A conectividade no campo

O primeiro passo para ampliar a cobertura de internet no meio rural catarinense já foi dado. Em janeiro, o governador Carlos Moisés sancionou a Lei nº 18.340, que institui um programa para melhorar a conectividade no campo e também autoriza as concessionárias ou permissionárias de distribuição de energia elétrica a compartilharem suas estruturas, sem custos, para a passagem de cabos do serviço de telecomunicação nas áreas rurais. Este era o principal obstáculo à instalação de internet de fibra ótica no meio rural.

A partir de agora, as empresas de telecomunicações não terão que pagar tarifas ou taxas para a utilização desses postes. Em contrapartida, as concessionárias de distribuição de energia elétrica poderão utilizar os serviços de internet gratuitamente.

 

Por Secom SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo