Ganhador da Mega-Sena em SC tem prisão decretada após não pagar pensão alimentícia

Morador de Tanguará, no Meio-Oeste do Estado, o homem deve mais de R$ 160 mil em pensão, segundo informações do Tribunal de Justiça.

Enviar no WhatsApp
Ganhador da Mega-Sena em SC tem prisão decretada após não pagar pensão alimentícia

Foto: Tânia Rêgo, Agência Brasil

 

Um ganhador da Mega-Sena teve pedido de prisão decretado pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) em Tangará, no Meio-Oeste do Estado, nesta segunda-feira (22). O homem deve mais de R$ 160 mil de pensão alimentícia, segundo o TJSC.

De acordo com informações do processo, o "sortudo" ganhou cerca de R$ 27 milhões com a Mega-Sena em 2001. Na época, segundo o TJ, ele chegou a brigar na Justiça com outro homem pelo prêmio, que também teria ganhado. A disputa durou cerca de sete anos e, no fim, o prêmio foi dividido ao meio. Em 2007, o homem recebeu a quantia de R$ 13,5 milhões.

O vencedor da Mega há 20 anos vai permanecer preso até que o valor de três parcelas atrasadas da pensão sejam pagas. Posteriormente, as vencidas, que somarão juros e correção monetária, também devem ser quitadas. A prisão deve acontecer em até 60 dias, segundo o que determinou o TJ. 

Regime fechado

Por conta da pandemia, a prisão por não pagamento de pensão alimentícia acontecia apenas de forma domiciliar. Recentemente, o Conselho Nacional de Justiça publicou uma nova orientação para os magistrados e pediu para que voltem a decretar prisão em regime fechado, nestes casos. 

 

Por Diane Bikel

DC / NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo