Frio atípico: SC segue com temperaturas baixas e até alerta de geada

La Niña é o fenômeno climático responsável pelo frio em pleno novembro

Enviar no WhatsApp
Frio atípico: SC segue com temperaturas baixas e até alerta de geada

Foto: Mycchel Legnaghi/São Joaquim Online/Divulgação/Sintonia FM

 

Mais um amanhecer congelante foi registrado em Santa Catarina nesta quinta-feira (3). Faltando cerca de 48 dias para a chegada do verão, o Estado enfrenta uma massa de ar frio que contribui para o declínio das temperaturas e traz uma sensação de inverno fora de época.

Nas primeiras horas da manhã, conforme a Defesa Civil, os termômetros  de Urupema, na Serra catarinense, registraram -1.6 °C, a temperatura mais baixa em todo o Estado.

Ainda conforme o boletim da Defesa Civil. o sol aparece entre poucas nuvens nas regiões do Oeste, Planaltos e Vale do Itajaí. Nas regiões litorâneas, devido a uma circulação marítima, não se descarta a possibilidade de chuvas fracas e isoladas durante o dia.

A Epagri/Ciram informa, ainda, que a temperatura tende a se elevar durante o dia, mas não descarta possibilidade de geada nas áreas altas do Meio-Oeste e Planalto Sul no amanhecer.

As temperaturas mínimas ficam em torno dos 0?°C no Planalto Sul, podendo apresentar temperaturas negativas na região da Serra catarinense. No Meio-Oeste, as temperaturas mínimas oscilam entre 3 e 5?°C. Nas regiões litorâneas as mínimas ficam em torno de 17?°C e variam de 6 a 9?°C nas demais regiões de Santa Catarina.

 

La Niña

"La Niña é o nome dado ao fenômeno climático-oceânico caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do oceano Pacífico. Ele tem origem na região do Pacífico Equatorial, na zona intertropical do planeta, e provoca alterações sazonais na circulação geral da atmosfera, podendo durar de nove a 12 meses. Sua ocorrência se dá entre períodos de dois a sete anos."

 

Redação: Luiz Fernando Dresch / nd+ 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo