Defensoria Pública de SC vai analisar 340 processos de presos em segunda instância no Estado

Enviar no WhatsApp
Defensoria Pública de SC vai analisar 340 processos de presos em segunda instância no Estado

Foto: Rosinei Coutinho, SCO, STF, Divulgação

 

Uma força-tarefa iniciada pela Defensoria Pública de Santa Catarina, nesta terça-feira (19), vai analisar 340 processos de pessoas presas sem condenação transitada em julgada. O movimento ocorre por conta do entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre as prisões em segunda instância. Segundo a Corte, o início de cumprimento da pena deve ocorrer após a terceira instância.

Os trabalhos serão coordenados pelo defensor público Felipe Schimtz da Silva. Segundo a Defensoria, após um pedido de informações ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi fornecida uma lista de 68 processos. Depois, o TJ-SC informou mais 272 casos que se encaixam no novo entendimento do STF.

A decisão não se aplica aos acusados com prisão preventiva ou temporária judicialmente decretada pelo risco que poderiam causar estando em liberdade. A força-tarefa será feita no período de 20 de novembro a 19 de dezembro.

 

Por Ânderson Silva

NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo