Bom Jardim da Serra volta atrás no "lockdown", libera comércio e proíbe turismo por 15 dias

Decreto municipal foi revogado um dia após a publicação, e novo documento incluiu regras sobre o setor de hospedagem.

Enviar no WhatsApp
Bom Jardim da Serra volta atrás no "lockdown", libera comércio e proíbe turismo por 15 dias

Foto: Turismo Bom Jardim da Serra, divulgação

 

Bom Jardim da Serra publicou novo decreto sobre a restrição de atividades na cidade em função do coronavírus, e voltou atrás no lockdown. A decisão tinha sido tomada no domingo (19), mas foi reavaliada junto às autoridades de Saúde, visto que a cidade não possui nenhum caso ativo da doença. No novo decreto, comércio e indústria estão liberados para funcionar, mas o turismo terá que seguir as regras por 15 dias. 

A partir desta terça-feira (21), quem está liberado para abrir terá que respeitar as normas de distanciamento e de higiene. Somente o setor de turismo e hospedagem é que ficará fechado pelas próximas duas semanas. O Mirante da Serra do Rio do Rastro já não abriu na segunda-feira (20), e os hotéis não poderão aceitar novas reservas enquanto o dcereto estiver em vigor.

Em nota, o governo municipal disse que tem ocorrido muito movimento de pessoas de outros lugares na cidade, e que por isso as medidas foram tomadas. 

O decreto 112/2020 assinado pelo prefeito Serginho Rodrigues de Oliveira diz ainda durante esses 15 dias, Políca Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e Defesa Civil municipal terão poder de autoridade de saúde para agira em caso de descumprimento das normas.

 

Como fica o novo decreto de Bom Jardim da Serra

- serviço público em regime de serviço interno, com atendimento por telefone ou e-mail;

- restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência funcionam somente no sistema delivery. Quiosques devem permanecer fechados;

- os demais setores do comércio, da indústria e prestação de serviço funcionarão respeitando a distancia de 1,5 m entre as pessoas, bem como as normas sanitárias e de higienização;

?- todos os pontos turísticos públicos e particulares ficarão fechados;

- hotéis, pousadas e similares deverão permanecer fechados e não poderão contratar nova hospedagem pelos próximos 15 dias;

- fica obrigatorio o uso de máscara em todos os estabelecimentos e vias públicas, inclusive transporte de trabalhsdores;

- a organização das filas, distanciamento e controle de aglomerações fica sob respnsabilidade do administrador de cada local.

 

Por Lariane Cagnini

DC / NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo