Advogado investigado em 150 inquéritos policiais é preso em SC

Enviar no WhatsApp
Advogado investigado em 150 inquéritos policiais é preso em SC

Escritório de advocacia do suspeito ficava em Braço do Norte — Foto: Reprodução/RBS TV

 

Polícia Civil estima que cerca de 900 pessoas foram vítimas de golpes aplicados por ele. Homem é suspeito de estelionato e apropriação indébita e estava foragido há 3 anos.

 

Um advogado suspeito de aplicar golpes em cerca de 900 pessoas foi preso na tarde desta sexta-feira (23) em Balneário Piçarras, no Litoral Norte, informou a Polícia Civil. Ele é investigado em cerca de 150 inquéritos policiais por crimes de estelionato e apropriação indébita. O homem estava foragido há aproximadamente três anos.

Em julho de 2016, a Justiça concedeu o pedido de prisão preventiva contra o advogado, que atuava no Sul catarinense. Os golpes que ele aplicava estavam relacionados a processos para diminuir juros de financiamentos de carros. Ele recebia as prestações, mas não repassava o dinheiro em juízo.

A Polícia Civil calcula que o prejuízo causado pelo advogado esteja na casa dos R$ 5 milhões. A investigação conseguiu chegar ao provável paradeiro dele. Após quatro horas de monitoramento, o homem foi preso. Ele foi detido na rua, antes de chegar em casa.

 

Golpe

Os clientes do advogado eram pessoas com carros financiados que o procuravam para ações revisionais - o objetivo era rever os juros das prestações. De acordo com o delegado Flávio Gorla, ele pedia um valor de custas, em torno de R$ 900, e dizia que havia feito o cálculo sem juros abusivos.

Depois, dizia um novo valor da prestação e pedia para que o cliente pagasse diretamente para ele. Meses depois, pedia um valor que "quitaria" a dívida."Na hora que [o cliente] via, o processo não tinha nem sido instaurado", disse o delegado. O escritório do advogado ficava em Braço do Norte, Sul catarinense.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo