Epagri lança tecnologias para cebola nesta quarta-feira, 10, em Ituporanga

Enviar no WhatsApp
Epagri lança tecnologias para cebola nesta quarta-feira, 10, em Ituporanga

Santa Catarina é o maior produtor nacional de cebola (foto: Aires Mariga / Epagri)

 

Nesta quarta-feira, 10 de novembro, às 14h, a Estação Experimental da Epagri em Ituporanga lança duas soluções digitais que vão auxiliar produtores e técnicos na cultura da cebola: o software AdubaCebola e um aplicativo para dispositivos móveis com informações técnicas sobre a cebolicultura. Santa Catarina é o maior produtor nacional de cebola.

O lançamento faz parte das comemorações dos 30 anos da Epagri e vai contar com a presença de lideranças agrícolas da região, como presidentes de cooperativas e sindicatos, técnicos de empresas públicas e privadas, equipes municipais da Epagri, além de prefeitos, vereadores e secretários de agricultura da região.

AdubaCebola

O programa AdubaCebola 1.0 é uma ferramenta complementar desenvolvida para facilitar o trabalho dos técnicos da Assistência Técnica e da Extensão Rural (Ater). Além de facilitar o acesso a informações e recomendações da pesquisa, ele visa contribuir para a difusão das tecnologias, melhorar a eficiência e agilizar a prestação dos serviços de Ater.

O software permite calcular a recomendação de calcário por três diferentes critérios: Índice SMP; Saturação de bases; Al trocável e matéria orgânica (solos com baixo poder tampão). A par dos dados da análise do solo, o usuário poderá selecionar o método e calcular a necessidade de calcário, bem como corrigir os valores de acordo com o poder relativo de neutralização total (PRNT) do calcário comercializado.

Para a definição da adubação o AdubaCebola apresenta os dados de doses de nutrientes, bem como os respectivos parcelamentos, permitindo ao usuário selecionar os adubos a serem usados para cada parcela. O software dispõe de rotinas que permitem facilmente calcular as quantidades de cada adubo a ser usado. Apresenta a relação dos adubos a serem usados para cada parcela, bem como o total para o cultivo, com seus custos.

Com o software também é possível definir a data de plantio e obter o calendário de adubação, além de emitir relatórios ou exportar as informações para a planilha. Conta ainda com dados de adubos minerais e orgânicos, contendo sua composição e seu custo, e fotos mostrando sintomas de deficiência de nutrientes que podem ser usados pelo usuário para auxiliar no diagnóstico do problema.

O AdubaCebola foi desenvolvido em parceria pelas Estações Experimentais da Epagri em Ituporanga e Urussanga. Para acessar o programa, use o link https://docweb.epagri.sc.gov.br/pub/AdubaCebola.zip ou o QR Code:

 

Aplicativo para dispositivos móveis

Outra solução a ser lançada no evento é o apanhado de informações sobre cebolicultura disponível para dispositivos móveis. Para acessar o sistema no celular ou tablet é necessário baixar o aplicativo Epagri Mob, disponível gratuitamente para os sistemas Android ou iOs. Dentro do Epagri Mob é preciso clicar na aba EpagriTec e depois em Cebola. Também pode ser acessado pelo site da Epagri, clicando na aba Minha Epagri. Basta gerar login e senha para acessar.

O usuário terá em suas mãos as principais informações sobre a cultura da cebola, como produção de mudas e espaçamento, pragas e doenças, irrigação, manejo de plantas daninhas, manejo do solo, correção e adubação e recomendações para Santa Catarina.

São descritas também informações técnicas de 145 cultivares de cebola. Neste campo, o usuário poderá usar um sistema de filtro para a escolha do melhor cultivar, tomando como base as características de seu interesse.

Outra opção de navegação é a diagnose visual. Nesta área o usuário poderá navegar por imagens, usando como base as características visuais do problema encontrado na lavoura. Caso o usuário tenha um problema que esteja levando ao amarelecimento das folhas, por exemplo. É possível que ele não saiba ao certo se é uma questão nutricional, um vírus, um fungo ou uma bactéria, o que dificulta muito achar o problema dentro de um conjunto amplo de informações.

Contudo, navegando pelo campo diagnose visual, ele clica na parte da planta que está manifestando o problema, que nesse caso é a folha e, ao clicar na folha, vai abrir os principais grupos de problemas que ocorrem em folhas, como é o caso da descoloração. Ao clicar em descoloração, verá imagens de tudo que pode provocar a perda de cor ou amarelecimento das folhas. Aí basta procurar uma imagem que se assemelha com o sintoma que o usuário está procurando e, ao clicar nela, abrirá o problema e todas as informações técnicas que a Epagri tem sobre o assunto.

O serviço digital é gratuito e traz uma série de benefícios ao usuário. As informações estão sempre atualizadas, diferente de um livro, que pode demorar anos para uma edição. A possibilidade de usar filtros e navegação por imagens aumenta a assertividade na busca por respostas. O usuário também poderá acessar fotos, vídeos e arquivos que facilitam a compreensão de cada tema. O conteúdo técnico fica hospedado na nuvem, evitando a sobrecarga de arquivos no celular ou as constantes atualizações. Mas a maior vantagem é a confiabilidade das informações, disponibilizadas pela Epagri, que tem muitos anos de pesquisa e extensão nesta cultura.

O produto foi desenvolvido em parceria pelas Estações Experimentais da Epagri em Ituporanga e Itajaí.

Cebola em Santa Catarina

Santa Catarina é o maior produtor de cebola do Brasil. Normalmente o Estado produz 30% da cebola nacional, mas, na safra 2020/21, problemas climáticos causaram perdas na produção e Santa Catarina entregou 25% do total produzido no país. Mesmo assim, manteve-se na primeira colocação.

Na safra 2020/21 Santa Catarina produziu 389.941.50 toneladas de cebola. Para a safra 2021/22, se o clima ajudar, a Epagri estima uma retomada da produção catarinense, chegando a 503.675.00 toneladas. Na safra 2016/17 o Estado produziu 593.785.99 toneladas da hortaliça, o maior volume registrado desde o início da série histórica, que remete à safra 2012/13.

30 anos da Epagri

O lançamento das tecnologias para cebolicultura é mais um evento do calendário comemorativo dos 30 anos que a Epagri realiza por toda Santa Catarina até dezembro. Em 20 de novembro de 1991 o Estado uniu os trabalhos de pesquisa e extensão rural e pesqueira, somando experiências em diferentes áreas e fortalecendo ainda mais o setor. De lá para cá, a Epagri se firmou junto à sociedade como uma empresa confiável e eficiente, sempre ao lado dos catarinenses.

Atualmente está presente em todos os municípios de Santa Catarina, que podem contar com o serviço de pelo menos um extensionista rural. Dispõe de 13 unidades de pesquisa estrategicamente espalhadas pelo Estado a fim de desenvolver tecnologias aplicadas às necessidades dos agricultores de cada região. A estrutura da Empresa conta ainda com 13 Centros de Treinamento, também espalhados pelo território catarinense com o objetivo de capacitar agricultores, técnicos e outros profissionais.

O sucesso de Santa Catarina no agronegócio é um dos reflexos do bom trabalho desenvolvido pela Epagri ao longo de seus 30 anos de história. Em 2020, em plena crise sanitária e econômica, o Estado catarinense alcançou o maior Valor de Produção Agropecuária (VPA) da história: R$40,9 bilhões. No ano passado, a agropecuária catarinense também bateu recorde de participação no valor de exportações do Estado: 70,2%.

Santa Catarina é hoje o maior exportador de suínos e o segundo maior de frangos do país. Somos o maior produtor de cebola, ostra, maçã e carne suína do país; o segundo maior produtor de arroz, carne de frango, palmito, pitaia e pera; terceiro de alho, erva-mate, maracujá e pêssego e quarto de uvas. Tudo isso numa área que ocupa apenas 1,13% do território nacional.

 

Por Epagri

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo