Governador eleito de SC, Jorginho Mello, anuncia secretariado; saiba quem comandará as pastas

Os nomes foram anunciados durante entrevista coletiva na manhã desta segunda (5)

Enviar no WhatsApp
Governador eleito de SC, Jorginho Mello, anuncia secretariado; saiba quem comandará as pastas

Anúncio do secretariado do governo eleito de Santa Catarina – Foto: Kellly Borges/NDTV

 

“Os nome são técnicos. São nomes de pessoas que eu acredito, pessoas de ficha limpa, pessoas qualificadas, que podem contribuir - efetivamente - para que a gente consiga fazer um grande governo. São parte do secretariado, ainda falta alguns nomes”, destacou Jorginho.

Segundo o governador eleito, os demais integrantes devem ser anunciados nas próximas semanas.

 

Confira os nomes anunciados e as pastas:

  • Administração – Moisés Diersmann
  • Secretaria Geral de Governo – Danieli Pinheiro Porporatti
  • Casa Militar – Tenente Coronel José Eduardo Vieira
  • Comando Geral da Polícia Militar – Coronel Aurelio José Pelozato
  • Secretaria da Saúde – Carmen Zanotto
  • Secretaria da Defesa Civil – Coronel Luís Armando Reis
  • Secretaria da Fazenda – Cleverson Siewert
  • Secretaria da Articulação Nacional – Vânia Franco
  • Secretaria da Agricultura – Valdir Colatto
  • Secretaria da Educação – Aristides Cimadon
  • Procuradoria Geral do Estado – Márcio Vicari

 

Moisés Diersmann

O indicado para a Secretaria da Administração foi Moisés Diersmann, que é natural de Luzerna, no Meio-Oeste catarinense. Diersmann, que é o coordenador da transição do governo de Jorginho Mello,  foi vereador e prefeito por dois mandatos em Luzerna.

Formação: O indicado possui especialização em Administração Pública e Gerência de cidades pela FATEC. Ainda tem especialização em Comunicação e Marketing  e graduação em Redes de Computadores. Diersmann também possui graduação em Tecnologia do Empreendimento.

 

Danieli Pinheiro Porporatti

Danieli foi a indicada para ocupar a Secretaria Geral de Governo. Ela – que é natural de Xanxerê, no Oeste catarinense – é a atual chefe de gabinete do escritório regional do senador Jorginho Mello no Estado. Também é secretária executiva do Partido Liberal de Santa Catarina, desde 2013.  Danieli atuou, entre 2011 e 2013, como consultora na Secretaria de Estado do Planejamento.

Formação: Danieli  é formada em administração pela Unoesc e cursou Direito na UNISUL.

 

José Eduardo Vieira

O indicado para a Casa Militar é José Eduardo Vieira, que atua há 25 anos na PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) e é Tenente Coronel. Ele é natural de Florianópolis.

Entre 2003 a 2018, Vieira atuou na Casa Militar do Governo do Estado, como ajudante de ordens do governador e chefe do cerimonial. Mas foi na Casa Militar do TJSC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina) que atuou nos últimos 4 anos.

Formação: Vieira é bacharel em Segurança Pública, em Direito. Também possui duas pós-graduações na área de segurança pública. Recentemente, concluiu o Curso de Altos Estudos Estratégicos (CAEE) no Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

 

Aurelio José Pelozato

Para o comando geral da PMSC, o indicado do governador eleito foi o coronel Aurélio José Pelozato. O coronel faz parte da corporação desde 1992 e é o atual Chefe de Estado Maior de Santa Catarina.

Formação: Pelozato possui várias especializações e é instrutor de novos policiais. Também tem experiência na coordenação de situações de pronto emprego e ações em grandes eventos, como a ocupação da força nacional no Rio de Janeiro para realização das olimpíadas de 2016.

 

Carmen Zanotto

A Secretaria da Saúde será Carmen Zanotto, parlamentar que possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia. Ela já atuou como diretora de Enfermagem, secretária Municipal de Saúde, Secretária e Adjunta da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina.

Carmen – que atualmente é deputada federal – já foi vereadora de Lages. Como parlamentar, Carmem foi uma das principais defensoras da aprovação do piso nacional da enfermagem neste ano.

Formação: Carmen Zanotto possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia. Também tem especialização em Administração Hospitalar, Saúde Pública, Recursos Humanos e Formação em Políticas para Primeira Infância na Universidade Harvard, nos Estados Unidos.

 

Coronel Armando

Para a Secretaria da Defesa Civil o indicado por Jorginho foi Luís Armando Reis, que é oficial da reserva do exército brasileiro. Ele se aposentou após 30 anos de atuação. Natural do Rio de Janeiro, Armando mora há 20 anos em Joinville, no Norte catarinense. Foi deputado federal por Santa Catarina na última legislatura e ao tentar a reeleição ficou como suplente de deputado federal pelo PL.

Formação: Armando é formado em Educação Física pela Academia Militar das Agulhas Negras e graduado em direto pela UNISUL. Também possui especialização em ações de defesa do cidadão em situações de desastre.

 

Cleverson Siewert

Para a Secretaria da Fazenda o indicado foi o engenheiro civil,Cleverson Siewert. Ele já atuou na pasta em governos anteriores, inclusive, aos 33 anos se tornava o o Secretário de Estado da Fazenda mais jovem do país. Também já atuou na Celesc, onde assumiu cargos como diretor, conselheiro e presidente. Atualmente é diretor de uma empresa que atua com comércio exterior, finanças, imóveis e energia.

Formação: é formado pela UFPR e pós-graduado em Marketing e Gestão Empresarial pela FGV/RJ.

 

Vânia Franco

Para a Secretaria de Articulação Nacional o nome indicado foi de Vânia Franco, que trabalha com Jorginho Mello desde 2011. Ela era a atual chefe de gabinete em Brasília. Atualmente, trabalha nas áreas de relação institucional do poder legislativo com o governo federal e ministérios.

Formação: Vânia cursou gestão pública na Universidade Paulista e tem especialização n

 

Valdir Colatto

O indicado para ocupar a Secretaria da Agricultura foi Valdir Colatto, que além de conhecido no meio político, também é referência na área do agronegócio. Colatto foi deputado federal e presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária.

Colatto foi responsável pela aprovação do Código Florestal Brasileiro, com projeto de lei de sua autoria. Em 2019 assumiu no governo de Jair Bolsonaro como diretor geral do Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

Formação: Valdir Colatto é formado em Engenharia Agrônoma pela Universidade Federal de Pelotas/RS.

 

Aristides Cimadon

O professor Aristides Cimadon e reitor da Unoesc (Universidade do Oeste de Santa Catarina) ocupará a Secretaria da Educação no governo de Jorginho Mello.  Cimadon já foi presidente da Acafe, conselheiro Estadual de Educação e membro do Conselho para o Desenvolvimento do Estado. Também integra o Conselho Nacional de Educação.

Em sala de aula atua principalmente nas disciplinas de Filosofia Jurídica, Direito Processual Constitucional, Direito Internacional e Direito Educacional.

Formação: Cimadon tem graduação em filosofia e pedagogia pela Universidade de Passo Fundo, e bacharelado em Direito pela Universidade do Oeste de Santa Catarina. Também é mestre em Educação pela PUC-RS, mestre em Direito pela UFSC e doutorado em Ciência Jurídica pela Universidade do Vale do Itajaí.

 

Márcio Vicari

Para assumir a Procuradoria Geral do Estado, o nome indicado por Jorginho Mello é do advogado Márcio Vicari. Atualmente ele é vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, no Estado.

Formação: Vicari é formado pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui mestrado em Direto Civil e já atuou como professor de direto em diversas universidades pelo Estado.

 

Por Redação ND Florianópolis

 

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo