Retorno das aulas presenciais segue sem data definida em SC; expansão do coronavírus e ciclone são os motivos

A faixa etária de 14 anos deve ser a primeira a retornar às aulas presenciais em SC.

Retorno das aulas presenciais segue sem data definida em SC; expansão do coronavírus e ciclone são os motivos

Foto: Cristiano Estrela/Arquivo Secom

Suspensas há quase quatro meses em Santa Catarina, as aulas presenciais seguem sem definição de retorno, segundo a Secretaria de Estado de Educação. Além da expansão dos casos de coronavírus, que coloca o Estado em situação crítica, a destruição causada pela passagem do ciclone bomba, contribuiu para o adiamento da retomada. 

O decreto de emergência estabelecido pelo governo estadual em 18 de março, suspendeu as atividades presenciais nas redes privada e pública, nas esferas municipal, estadual e federal e para todas as séries por, pelo menos, um mês. A data foi prorrogada com a publicação de novos decretos até 2 de agosto. 

Um plano de retomada gradual é estudado por um comitê estratégico e será definido até a próxima sexta-feira (17). O protocolo deve atender os alunos acima de 14 anos e ser adaptado gradualmente para as demais faixas estárias. No entanto, independente do nível escolar, a volta às aulas será autorizada somente quando as informações técnicas da Secretaria de Estado da Saúde indicarem condições favoráveis, informou o responsável pela pasta, Natalino Uggioni. 

 

Por Clarissa Battistella

DC / NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE