Vacina contra a Covid-19 será anual para grupos prioritários, diz nova secretária da Saúde

Vacina será incorporada ao PNI, o Programa Nacional de Imunização

Enviar no WhatsApp
Vacina contra a Covid-19 será anual para grupos prioritários, diz nova secretária da Saúde

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

 

A nova secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, afirmou que a vacina contra a Covid-19 deverá ser anual para grupos prioritários e incorporada ao Programa Nacional de Imunização (PNI).

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, ela disse que esses imunizantes começam a ser aplicados a partir de abril nos mesmos grupos prioritários que receberão a vacina anual contra a gripe, incluindo idosos, imunossuprimidos e profissionais da área da saúde. Entretanto, ela nada comentou sobre a vacinação de crianças.

No governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), a vacina contra a covid-19, ainda em fase experimental, não fazia parte do PNI.

Nesta quarta-feira (4) em publicação no Twitter, a secretária afirmou que vacina é uma estratégia coletiva e que é preciso um maior número de pessoas vacinadas em todos os lugares. “Vacina não é remédio. Vacinação é estratégia coletiva. Se você comprar e se vacinar e todo seu entorno não vacinar, o vírus pode fazer uma mutação e sua vacina não servir para nada. Dinheiro jogado fora”, escreveu.

“Nossa briga deve ser acesso universal as vacinas e não "eu tenho dinheiro e posso pagar para me salvar”. Ninguém se salva sozinho se não salvar todos. Essa é a lição do vírus, ou entendemos, ou afundamos juntos”, publicou a secretária.

 

Por Gazeta do Povo
 

 

 

 

 

 

Fonte: Revista Oes

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo