PSD é Bolsonaro em SC, mas não sobe no palanque de Jorginho Mello

Enviar no WhatsApp
PSD é Bolsonaro em SC, mas não sobe no palanque de Jorginho Mello

Foto: Reprodução

 

O PSD em Santa Catarina continuará apoiando o presidente Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno, mas não estenderá o apoio ao senador Jorginho Mello (PL) candidato ao governo de SC. A decisão de manter neutralidade na disputa pelo governo do Estado entre Jorginho e Décio Lima (PT) foi tomada na manhã desta quarta-feira (5) em uma reunião de lideranças.

No primeiro turno das Eleições, o PSD apoiou o ex-prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (União Brasil), que terminou a disputa em 4º lugar com 555 mil votos. O presidente do PSD-SC, deputado Milton Hobus diz que a decisão foi deixar o partido livre em SC, "até por ter apoiado outro candidato no primeiro turno."

- Seria oportunismo nosso apoiar uma eleição que está praticamente ganha em SC – apontou o deputado, que vai comunicar a decisão aos candidatos por telefone.

Com a deliberação, as lideranças poderão tomar decisões individualmente. 

 

Por Dagmara Spautz/nd+

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo