Caixa creditará distribuição de lucro do FGTS até o fim de agosto

Crédito será proporcional ao saldo existente nas contas dos trabalhadores no dia 31 de dezembro de 2018.

Enviar no WhatsApp
Caixa creditará distribuição de lucro do FGTS até o fim de agosto

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

A Caixa depositará o lucro líquido de R$ 12,22 bilhões do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nas contas vinculadas de 93,2 milhões de trabalhadores até o dia 31 de agosto. Isso significa que a distribuição do lucro do fundo será de R$ 30,88 para cada R$ 1.000,00 de saldo na conta do trabalhador.

O FGTS passou a distribuir seus resultados aos cotistas em 2017, durante o governo Michel Temer. Na época, foi fixado um percentual de 50%. Neste ano, além da liberação de saques anuais do FGTS, o governo elevou a distribuição do lucro para 100%.

O valor leva em consideração o saldo em conta no dia 31 de dezembro do ano passado. O resultado creditado na conta do trabalhador passa a compor o saldo para fins de saque, de acordo com as regras estabelecidas pela Lei 8.036/90, como nos casos de demissão sem justa causa, aposentadoria e término de contrato por prazo determinado.

Com a distribuição de resultado, a rentabilidade das contas do FGTS no ano base 2018 alcançará 6,18%. Em nota, o presidente do Conselho, Igor Vilas Boas, afirma que a distribuição de 100% do resultado do FGTS amplia os ganhos do cotista, tornando a rentabilidade melhor que a maioria dos investimentos.

A rentabilidade supera a inflação medida pelo IPCA, que está em 3,22% no acumulado em 12 meses até julho, e a caderneta de poupança (4,55% nos depósitos a partir de 04/05/2012). Também fica próxima do rendimento bruto do CDI/Selic (6,35% sem Imposto de Renda) e da média dos CDBs (6,78% sem IR) até julho, mas supera a correção líquida nos dois casos, pois o FGTS é isento do IR.

Canais exclusivos de informação

Para facilitar o atendimento, a Caixa disponibilizará, no dia 31 de agosto de 2019, um serviço exclusivo no site com informações sobre o valor depositado. Os trabalhadores também poderão consultar o valor do crédito em seu extrato disponível no site ou pelo app FGTS.

 

*Com informações da Folhapress e da Caixa

Por Redação DC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo