Obras de recuperação na BR-470 em Ibirama devem durar mais dois dias

Obras de recuperação na BR-470 em Ibirama devem durar mais dois dias

Foto: PRF/SC / Divulgação

Conforme informações colhidas no local da interdição pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), o buraco que surgiu no km 116 da BR 470 em Ibirama foi consequência de erosão por força das águas que passavam em um bueiro debaixo da pista. Conforme avaliação de engenheiros, o bueiro terá de ser reconstruído, aumentando o tempo necessário a ser investido na obra de recuperação.

Nesta quinta (1), os tubos do lado esquerdo da rodovia foram substituídos e uma camada de aterro foi providenciada. Na sexta será necessária a substituição dos tubos do lado direito, invertendo o lado do desvio praticado hoje.

Segundo a PRF, foram observados pequenos congestionamentos, sem grande impacto ao tráfego, enquanto foi praticado o sistema siga-e-pare (interdição de um lado da rodovia enquanto outro lado segue em frente, alternando os sentidos a cada intervalo de tempo).

Ainda de acordo com a PRF, durante esta noite o trecho terá trânsito desviado com sinalização no local. A evolução da erosão que tomou uma das pistas será acompanhada e se for necessário à segurança do trânsito, o sistema siga-e-pare pode ser adotado como medida emergencial durante a noite.

As obras de recuperação ainda devem durar mais dois dias, sendo retomadas nesta sexta-feira, a partir das 7h 30min, com a volta do sistema siga-e-pare.

A PRF recomenda aos motoristas que utilizam este trecho que tenham cautela redobrada e transitem em velocidade reduzida para maior segurança no trânsito.

PRF/SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE