Jovem inconformado com abordagem da PM põe fogo na bicicleta motorizada

Enviar no WhatsApp

 

Nesta sexta feira (12) um fato inusitado chamou a atenção de todos e até mesmo da própria Policia Militar de Ituporanga.

O número de bicicletas motorizadas ou ciclo motor, vem aumentando consideravelmente em Ituporanga e em toda a região.

Algumas já vêm de fábrica com todos os equipamentos de segurança já outras são feitas em fundos de quintal.

Para dirigir uma bicicleta motorizada a combustão de até 25 cilindradas ou elétrica com uma potência máxima de até 350 watts, o veículo deverá estar emplacado, e o ciclista precisará da Autorização para Condução de Ciclomotores (AAC) ou da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Fato que não vem ocorrendo, pois, em sua maioria os condutores são menores de idade e não possuem tais permissões.

Diante disso por determinação do comando da Polícia Militar de Santa Catarina, os policiais vêm fazendo abordagens de condutores destes ciclo motores.

Na tarde desta sexta-feira (12), por volta das 14h30min, a PM abordou um jovem na Rua Emiliano Sá conduzindo uma bicicleta motorizada, sendo que o ciclomotor não possui registro e nem equipamentos obrigatórios de segurança e até mesmo os freios não funcionavam.

O menor não possui permissão para dirigir.

O fato que chamou a atenção foi que a guarnição enquanto efetuava os procedimentos administrativos, foi surpreendida pelo menor que ateou fogo no ciclomotor, sendo este consumido pelas chamas.

Diante dos fatos o menor foi conduzido a DPCO para os procedimentos cabíveis.

 

Autor Texto: João Sérgio

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo