Deinfra instala placas em SCs do Alto Vale alertando para obrigatoriedade dos faróis ligados

Enviar no WhatsApp
Deinfra instala placas em SCs do Alto Vale alertando para obrigatoriedade dos faróis ligados

Foto: DAV / Reprodução / Divulgação

O Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) concluiu nesta semana a instalação de placas de sinalização em rodovias estaduais do Alto Vale para alertar motoristas sobre a obrigatoriedade de trafegarem com os faróis ligados mesmo durante o dia.

Só nos municípios que compõem a 14ª Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Ibirama foram 10 novas placas. O gerente de Infraestrutura explica que seis foram instaladas na SC-11O que liga os municípios de Lontras a Presidente Nereu e quatro na SC-340, que liga os municípios de Ibirama, Presidente Getúlio, Dona Emma e Witmarsum. Cada placa tem dois metros de largura por um de altura e custou R$ 625,60.

A lei federal entrou em vigor em 8 de julho e determina que o farol seja usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 130, no entanto a cobrança estava suspensa pela Justiça desde setembro, com o argumento de que era difícil para o motorista identificar se estava em uma rodovia estadual ou federal principalmente em trechos urbanos.

No final de outubro a cobrança voltou a valer depois que o Tribunal Regional Federal decidiu que a punição pode ser aplicada desde que a estrada esteja bem sinalizada. Segundo o comandante do posto da Polícia Militar Rodoviária de Aurora, Marcos Aurélio Paini, depois do novo entendimento os órgãos de trânsito como o Deinfra passaram a instalar nova sinalização, não apenas para informar motoristas sobre a penalização, mas também orientar sobre os benefícios do farol ligado, que aumenta a visibilidade e pode diminuir o número de acidentes. “Não temos estatísticas precisas, mas já percebemos que desde que a lei entrou em vigor houve redução do número de acidentes aqui em nossa região”, comenta.

Ele ressalta inicialmente a PMRv realizou um período de orientação e atualmente a fiscalização da lei do farol é intensa, mas muitos motoristas ainda não estão obedecendo a nova regra e acabam sendo notificados. “É preciso estar atento, dessa forma faremos um trânsito muito mais seguro”, finalizou.

DAV / Assessoria de Imprensa

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo