Carro de Imbuia despenca às margens da BR-470, motorista morre e carona é socorrido depois de 15 horas

Acidente aconteceu em Ibirama durante a madrugada de sexta-feira (29), mas bombeiros foram acionados apenas à tarde.

Enviar no WhatsApp
Carro de Imbuia despenca às margens da BR-470, motorista morre e carona é socorrido depois de 15 horas

Carro despencou em ribanceira às margens da rodovia (Foto: CBV Ibirama, Divulgação)

Um homem morreu na madrugada desta sexta-feira (29) na BR-470, em Ibirama, após perder o controle do carro que conduzia e cair em uma ribanceira. O carona do veículo sobreviveu, mas só foi encontrado cerca de 15 horas depois do ocorrido. Uma moradora ouviu o pedido de socorro e acionou os bombeiros voluntários da cidade.

Os socorristas foram até o local, no km 121, por volta das 17h. Lá, localizaram o condutor, Cassiano Melo Scheidt, 26 anos, já sem vida e o passageiro, de 30 anos, consciente, mas com ferimentos graves na região da coluna e tórax. Conforme o relato dele aos bombeiros, a saída de pista aconteceu entre 1h e 2h.

O condutor despencou em um barranco de cerca de 40 metros. Com o impacto, os dois foram ejetados para fora do Voyage com placas de Imbuia. A suspeita dos bombeiros é de que eles estavam sem o cinto de segurança.

Horas depois, já na tarde desta sexta-feira, uma moradora percebeu uma movimentação na mata e viu a mão do sobrevivente erguida. Ao ouvir os gritos e entender que se tratava de um pedido de socorro, chamou os bombeiros. A vítima foi levada ao hospital da cidade, mas devido à gravidade das lesões será transferida ao hospital de Rio do Sul.

O corpo de Cassiano está sendo velado na Capela Mortuária Santa Cruz em Imbuia, onde haverá neste sábado (30), às 10h, a realização da despedida seguindo logo após para sepultamento no cemitério católico de Imbuia.

 

Por Bianca Bertoli

Santa / NSC Total

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo