Polícia Militar apresenta programa Rede de Vizinhos e Comércio Seguro em Atalanta

Enviar no WhatsApp
Polícia Militar apresenta programa Rede de Vizinhos e Comércio Seguro em Atalanta

Fotos: Giácomo Miranda/DAV

Com o objetivo de explicar como funciona o Programa Rede de Vizinhos e Comércio Seguro, desenvolvido pela Polícia Militar de Santa Catarina, uma reunião foi realizada na noite desta quarta-feira, dia 24, na Câmara de Vereadores de Atalanta.

Estiveram presentes na ocasião policiais militares, membros do CDL, comerciantes, funcionários da administração municipal, legislativo e também a comunidade.

O programa Rede de Vizinhos representa o compromisso de mútua ajuda firmado entre os vizinhos, tais como, um cuidar da casa do outro, ligar e receber ligações em caso de situações de risco, além de manter um relacionamento mais estreito entre os moradores de uma comunidade, e assim, formar um vínculo de cooperação.

Quem esteve explicando aos participantes foi o comandante da 4ªcia – Ituporanga, Capitão Vanilo VIGNOLA juntamente com o comandante do Destacamento de Atalanta, 3ºSargento Rodrigo Franco VANELLI que também realizou a entrega das fichas de inscrições para o Programa.

Durante a reunião os presentes puderam esclarecer dúvidas de como funciona e também saber das regras.

“O programa rede de vizinhos e comércio seguro não é somente um grupo em aplicativo, ele é a participação da comunidade e comerciantes para manter a cidade segura juntamente com a atuação da Polícia Militar. Teremos palestras e também outras ações na comunidade”, destacou VIGNOLA.

O Tenente também falou sobre o trabalho que os policiais de Atalanta realizam no município para prevenir crimes, desde blitz até mesmo abordagens nas ruas, onde vem mostrando resultado e diminuindo o número de crimes na cidade.

Após aderirem ao programa, os membros recebem uma placa de identificação que é fixada em um local visível na residência conforme conversa entre os participantes.

Outro programa piloto que será implantado no município é o Plano Rural, que consiste em um mapeamento de moradores do interior, além de ter mais proximidade dos policiais militares com eles, assim garantindo mais segurança nas propriedades rurais do município.

Por Diário Alto Vale 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo