CBMSC orienta sobre o uso e cuidados com aparelhos domésticos no frio

Enviar no WhatsApp
CBMSC orienta sobre o uso e cuidados com aparelhos domésticos no frio

Divulgação/Reprodução

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) orienta sobre o uso e cuidados com aparelhos domésticos no frio. 

Evite acidentes:


Antes tudo: é preciso ter em mente que ao utilizar qualquer tipo de aquecedor é preciso manter o ambiente ventilado, para a renovação do ar e ainda por motivo de risco de morte, já que nestes casos pode ocorrer por asfixia, em razão do consumo de oxigênio no local, ou intoxicação com monóxido de carbono.

Além disso, jamais mantenha um aquecedor elétrico ligado na tomada enquanto você toma banho, ou utilize recipientes com álcool e fogo – esta prática é extremamente perigosa, tanto pelo risco de incêndio, quanto para queimaduras. E por falar nisto, cuidado também com a manipulação de produtos e recipientes quentes.

Cobertores elétricos:


A utilização dos cobertores elétricos deve seguir algumas precauções:
- o cobertor não deve ser molhado, dobrado ou perfurado, para evitar danificar a fiação que fica na parte interna;
- jamais durma com o cobertor ligado. Utilize para aquecer a cama e depois desligue da tomada;
- não acrescente outros cobertores e demais elementos em cima, para evitar superaquecimento;
- fique atento se o produto possui o selo do Inmetro e, antes de utilizar, leia as instruções;
- monitore, com rigor, a utilização por crianças e idosos;
- não deixe o cobertor ligado na eletricidade.

Dicas para manter a segurança com a utilização dos equipamentos:
- verifique se a instalação do equipamento está em local seguro na residência, distante de cortinas, estofados, móveis, e demais materiais inflamáveis. Não coloque nada sobre os aquecedores, já que em caso de incêndio os materiais propagarão as chamas rapidamente;
- mantenha crianças e idosos em uma distância segura de lareiras ou fogões a lenha e fique atento com a utilização de aquecedores;
- os aparelhos aquecedores elétricos devem ser certificados pelo Inmetro e antes de ligá-los, verifique a voltagem e se não existe a necessidade de manutenção ou limpeza;
- as lareiras devem ter tela metálica, com malha entre 2 e 5 mm de espessura para evitar que as fagulhas sejam propagadas para fora do local de queima e não esqueça de utilizar material próprio, sem colocar lenha em excesso. Nunca deixe o local sem se certificar que o fogo está extinto. Preferencialmente utilize um anteparo não combustível na frente de fogões e lareiras;
- as lareiras que utilizem combustível líquido, popularmente chamadas de lareiras ecológicas, exigem muito cuidado com as recomendações dos fabricantes. Nunca manuseie a sua lareira ecológica com o equipamento quente, uma vez que essa situação pode ocasionar uma explosão – já que o contato do líquido combustível com o calor gera uma nova chama;
- antes de acender lareiras e fogões a lenha, verifique a instalação das chaminés, se estão em perfeitas condições e em locais seguros.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo