Casep de Rio do Sul está fechado temporariamente

Internos foram transferidos da unidade até que nova concorrência pública defina nova entidade para administração.

Enviar no WhatsApp
Casep de Rio do Sul está fechado temporariamente

Foto: Helena Marquardt/Diário do Alto Vale

O Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório (Casep) de Rio do Sul está fechado temporariamente desde o dia 1º de julho e os internos que estavam no local foram transferidos para Lages. O motivo é que venceu o prazo da Organização Social para administração da unidade e a reabertura depende da tramitação de um chamamento público cujo processo só deve ser encerrado em setembro.

Questionado sobre o fechamento, o Departamento de Administração Socioeducativo (Dease) informou através de assessoria de imprensa que o Casep de Rio do Sul não foi desativado. Disse apenas que os adolescentes internados na unidade foram temporariamente transferidos para a Lages, enquanto ocorre o Chamamento Público, instrumento legal para selecionar a instituição que vai seguir administrando a unidade.

O Dease alegou ainda que em função das restrições impostas pela pandemia só foi possível dar andamento ao Chamamento Público neste momento e que a previsão é que em 30 dias a situação estará normalizada.

O contrato com a Associação Mover Caminhos, que administrava o local, foi encerrado no dia 30 de junho, quando a unidade estava com cinco internos. Até então a Organização da Sociedade Civil , a chamada OSC, recebia R$ 88.800,00 por mês para garantir o pagamento dos 26 funcionários que trabalhavam no Casep e todas as despesas com os internos.

Ação civil pública para reforma

O Casep de Rio do Sul também é alvo de uma Ação Civil pública da 1ª Promotoria de Justiça do Ministério Público Estadual que pede o término da reforma e ampliação iniciada em 2013 e que até hoje não foi concluída. De acordo com o promotor Eduardo Chinato Ribeiro a solicitação é que a justiça determine  inclusive o bloqueio de bens do Governo caso esse serviço não seja executado.

Atualmente o Casep tem capacidade para 18 adolescentes e a ampliação deve elevar esse número para 20, além de melhorar o processo de ressocialização dos adolescentes que estão temporariamente no local. 

Em 2013 a empresa ConstruRio foi a vencedora da licitação para ampliação do Casep, de Rio do Sul. Nessa nova fase do processo, o Governo deve promover um levantamento para avaliar o custo do término da obra e uma nova licitação deve ser realizada.

 

Por Helena Marquardt

Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo