Vereador afirma que se administração cumprisse leis que foram sancionadas em 2014, não haveria falta de medicamentos em Ituporanga

Enviar no WhatsApp

A falta de medicamentos na farmácia básica ainda repercute em Ituporanga. Vereador afirma que se administração cumprisse leis que foram sancionadas em 2014, o problema que afeta a população a pelo menos três meses não teria ocorrido.

Com relação ao projeto de lei que sugere dotação orçamentária para regularizar a situação do fornecimento de medicamentos para a população, o departamento Jurídico da Prefeitura informou ao jornalismo da Sintonia que o mesmo já foi encaminhado para câmara de vereadores.

Acompanhe as informações completas com Adriane Rengel

 

Autor Audio: Divulgação

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo