Hospital Regional adota medidas preventivas contra a COVID

Visitantes e acompanhantes com sintomas gripais não entram

Enviar no WhatsApp
Hospital Regional adota medidas preventivas contra a COVID

Imagem: Divulgação HRAV

 

O aumento de casos de COVID, levou a direção da Fusavi (Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí), gestora do Hospital Regional de Rio do Sul, a tomar algumas preventivas a partir do início do mês de dezembro, para evitar a contaminação de pacientes, acompanhantes, colaboradores e corpo clínico

- De agora em diante não serão permitidos visitantes, ou acompanhantes com sintomas gripais.

- As pessoas com sintomas gripais deverão fazer uso de máscara durante consultas ambulatoriais.

- A terceira recomendação é estar em dia com todas as doses vacinas da doença.

De acordo com o coordenador de enfermagem, Tiago Leitzke, o número de pacientes que têm procurado atendimento no Pronto-socorro da instituição é reduzido, mas os procedimentos são necessários. “Felizmente tivemos poucos casos, sem gravidade, num quadro bem diferente, sem necessidade de internação”. Como medida preventiva, a principal medida é suspender visitas ou acompanhantes, com sintomas gripais. “Essas pessoas inclusive devem evitar a circulação em ambiente hospitalar, como na recepção”. “É uma medida de segurança para todos nós”, acrescentou.

Os profissionais que fazem atendimentos laboratoriais já utilizam máscara de proteção desde o início da pandemia. Tiago colocou que agora os pacientes com sintomas gripais também deverão colocar já que é considerada barreira de contenção. “É bom lembrar que o hospital não faz doação”.

O coordenador de enfermagem lembrou dos hábitos que a população precisa voltar a adotar. Um deles é a etiqueta da tosse. “O ideal é cobrir a boca com a parte interna do braço quando for tossir ou espirrar. Essa atitude, evita a contaminação das mãos, que são um dos principais veículos propagadores de doenças”. Outra mencionada por Tiago é a higiene das mãos, usando preferencialmente álcool em gel. “A recomendação mais importante está relacionada com a vacinação preventiva, com a disponibilização de todas as doses disponíveis”.

 

Por Assessoria de Comunicação Hospital Regional 

 

Ouça aqui:

Tiago Leittzk Coordenador de Enfermagem, HRAV. 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo