Fusavi decide paralisar as obras do setor de oncologia do Hospital Regional em Rio do Sul

Devido ao atraso no repasse financeiro da Prefeitura de Rio do Sul e do Governo do Estado de Santa Catarina, a Fundação de Saúde do Alto Vale do Itajaí decidiu paralisar as obras do setor de Oncologia, do Hospital Regional. O primeiro tijolo da edificação foi lançado em setembro de 2014. Até agora, todos os custos foram pagos apenas pela diretoria do HRAV. E para não prejudicar o padrão do atendimento em outros setores, os diretores decidiram interromper o avanço da construção.

“Eu lamento informar a paralisação de uma obra tão importante para todos os pacientes da região do Alto Vale do Itajaí. Mas eu já estou cansado de muitas promessas neste ano. Tem uma hora que a tristeza toma conta, mas, eu não vou desistir de lutar. Estamos aqui lutando com todas as nossas forças para concluir essa obra, mas, a impressão que eu tenho é que poucas pessoas estão comprometidas”, desabafou o presidente da Fusavi, Osmar Peters.  

O setor terá 1.600 metros quadrados. Ele foi reservado para o tratamento quimioterápico de pacientes com câncer. Com esse serviço, os portadores da doença não precisarão mais sair da região para procurar assistência em outras cidades como Lages, Blumenau e Curitiba. Esta será uma das mais importantes obras, para o setor da Saúde, nos últimos anos em toda região.

“Começamos a obra há mais de um ano. Quem passa pelo nosso hospital já percebeu que conseguimos um avanço significativo. Mas nós precisamos do apoio do poder público para seguir com a construção. Nosso objetivo não é atacar ninguém, mas, nós já estamos exaustos de tanto tentar e por enquanto não ter uma resposta”, concluiu Osmar Peters.

Assessoria de Comunicação - CN Press

Outras Notícias

PUBLICIDADE