Voto impresso é usado em seção de cidade no Alto Vale após falha em urna eletrônica

Problema isolado ocorreu em Salete, na manhã deste domingo

Enviar no WhatsApp
Voto impresso é usado em seção de cidade no Alto Vale após falha em urna eletrônica

Filipe Araujo; Divulgação: Estadão Notícias

 

O voto impresso teve de ser adotado em uma seção eleitoral de Salete, no Alto Vale do Itajaí, depois de uma urna eletrônica apresentar problemas. Com a medida, a fila diante da sala ficou maior, mas não impediu o andamento da votação. Essa foi a única das 16,2 mil urnas espalhadas por Santa Catarina que teve de ser substituída pela cédula em papel, reforçou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SC). 

Durante a manhã deste domingo (30), 52 pessoas já tinham votado no equipamento da seção 22 da escola Guilherme André Dalri, na região central de Salete, quando a urna apresentou problemas. Conforme informações do repórter Alexandre Salvador, foram três tentativas de substituição que não deram certo. 

A decisão, então, foi adotar a votação manual, algo previsto pelo TRE como um procedimento de contingência em qualquer município, explica o diretor-geral do tribunal, Gonsalo Ribeiro: 

— Entre todos os nossos equipamentos, um acabou tendo de ser convertido em votação por cédula em papel. É uma forma de contingência seguir a eleição a partir dessa necessidade em cédula de papel — detalhou. 

Mesmo com eficiência e idoneidade comprovadas e reconhecidas em nível mundial, a urna é um equipamento eletrônico e pode apresentar falhas, o que está previsto no protocolo do TRE junto aos mesários. O caso isolado que motivou a votação em papel rendeu fila diante da seção, que tem pouco mais de 380 eleitores aptos a votar.

 

Fonte: NSC

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo