Prefeitos do Alto Vale na Marcha a Brasília

O evento que ocorre de 21 até 24 de maio na Capital Federal, recebe 19 representantes da nossa região.

Enviar no WhatsApp
Prefeitos do Alto Vale na Marcha a Brasília

FOTO: MILÃ SIGNORI/AMAVI

19 prefeitos do Alto Vale estão representando a região da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (AMAVI) na participação da XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O evento que acontece de 21 até 24 de maio, é realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB), na Capital Federal. Amanhã (24), no encerramento, será entregue um documento contendo as principais reivindicações. Uma delas é a divisão entre municípios dos royalties do petróleo.

Quem lidera a comitiva de prefeitos do Alto Vale, é o prefeito de Agronômica e presidente da AMAVI Cesar Luiz Cunha. Acompanham ele os prefeitos Urbano José Dalcanale, Juarez Miguel Rodermel – o Sassá, Marli Goretti Kammers, Nerci Barp, Adriano Poffo, Osni Francisco de Fragas – o Lorinho, Jonas Pudewell, Marcionei Hillesheim, Sergio Luiz Paisan, Joel Longen, Nelson Virtuoso, Isamar de Melo, Humberto Pessatti – o Betão, Salete Solange A.

Bitencourt Schlichting – a Chica, Almir Reni Guski, Geovana Gessner, Bento Francisco Silvy e César Panini.

O prefeito de Ibirama, Adriano Poffo (MDB), comentou que o evento é favorável à região, principalmente em conseguir mais recursos. “Importante movimento municipalista para lutarmos pelos direitos dos nossos municípios.

Posso citar alguns exemplos: precisamos que o congresso aprove a nova lei de licitações; precisamos que o STF julgue urgente a ADI que dispõe sobre os royalties, repassando os recursos para todos os municípios do país e não apenas para alguns. Nós, municípios, não conseguimos mais manter os programas do Governo Federal, pois os recursos são bem menores do que efetivamente custa manter um programa desse. E isso só irá acontecer com a pressão dos municípios”, explanou.

A prefeita de Salete Solange Aparecida Bitencourt Schlichting (PR), a Chica, completou dizendo que a Marcha é importante para o desenvolvimento do Alto Vale. “A Marcha é importante principalmente pela união de todos os prefeitos, pois unidos conseguimos alcançar alguns benefícios para o bem comum dos pequenos municípios e esses benefícios revertem a toda nossa gente”, disse.

Além da Marcha, Chica irá até o Ministério do Turismo, acompanhada do Ministro do Turismo, o catarinense Vinicius Lummertz onde vai reforçar alguns pedidos. “Vamos levar pedidos para alavancar o turismo religioso de nosso Município, e também reforçar os pedidos já cadastrado nos programas do Ministério”, completou Chica.

A prefeita irá ainda no Fundo Nacional de Desenvolimento da Educação (FNDE), para reforçar o pedido de um novo prédio para escola municipal Bernardo Rohden. Será pedido também apoio – através de ofício assinado em conjunto com os vereadores de Salete –, à todos os parlamentares catarinense, nas solicitações já feitas anteriormente através dos programas federais. Tais como, equipamentos para agricultura, pavimentação, turismo, esporte, assistência social, saúde e educação.

Já o prefeito de Vitor Meireles, Bento Francisco Silvy (PP), disse que aproveitou a viagem para participar de uma reunião com o pessoal do Consorcio Siga, e que também terá reunião com Deputado Esperidião Amim, para reivindicar recurso para o Município, bem como foi feito em outros gabinetes.

A prefeita de Chapadão do Lageado, Marli Goretti Kammers (MDB), disse que uniu a Marcha com reivindicações de melhorias para o município. “Meu município possui menos de três mil habitantes. Temos todos os problemas em todas áreas como outros, mas um problema muito sério por possuir em meu município 430 quilômetros de estradas vicinais que precisam ser mantidas, para que nelas possam trafegar o transporte escolar e para que os agricultores possam escoar as mercadorias. E não recebemos nenhum recurso para aplicar nessa área! Portanto, meu pedido especial é que sejam repassados mais recursos agrícolas para município, principalmente para manutenção das estradas”, pediu.

Agrolândia também terá benefícios com a viagem. De acordo com o prefeito, Urbano Dalcanale (MDB), ele fará visita nos Ministérios da Integração Nacional, do Turismo, da Saúde. Bem como irá até o MAPA, no FNDE e irá à gabinetes também. Tratando mais sobre empenho de projetos cadastrados e liberação de recursos.

Sobre a Marcha

A Marcha é uma mobilização democrática, realizada anualmente desde 1998, e se tornou o maior evento político do Brasil, contanto com a presença de mais de oito mil participantes, sendo prefeitos, secretários municipais, vereadores, senadores, governadores, parlamentares estaduais e federais, ministros e presidentes da República.

Este é o momento de o Congresso Nacional, o Executivo Federal e os demais poderes do Estado Brasileiro se reunirem com os municipalistas. “Oportunidade ímpar para os gestores relatarem a situação de crise do país que tem os municípios brasileiros como o leito da ferida. É preciso acelerar esta cicatrização, e apenas medidas locais serão eficazes para reverter este quadro de desajustes. A redefinição de um novo pacto federativo, que garanta autonomia ao Ente municipal, é um caminho longo, mas talvez o único capaz de superar as dificuldades que se repetem há vários anos”, disse em nota de saudação o Presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski.

 

Por Elisiane Maciel

Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo