Denúncias do MP que afastaram o prefeito Lorinho serão julgadas pela Câmara Criminal do TJ-SC

Se forem aceitas as denuncias abre-se um processo na justiça para que o prefeito afastado vá a julgamento

Enviar no WhatsApp

Alem do prefeito afastado Osni Francisco de Fragas, também são partes nas denúncias apresentadas pelo Ministério Públivo (MP), secretário da fazenda afastado Arnito Sardá Filho, o vereador Leandro May e os empresários Schirle Scottini, Arnaldo Muller Junior e Adriana Olinda Scottini. Todos os envolvidos são acusados de crimes Responsabilidade dos Funcionários Públicos, corrupção passiva.

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo