'Não concordo com a manifestação', diz Jorginho Mello, governador eleito de SC sobre bloqueios de estradas

Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que não há lideranças nas manifestações e que 'negociação é difícil'

Enviar no WhatsApp
'Não concordo com a manifestação', diz Jorginho Mello, governador eleito de SC sobre bloqueios de estradas

Jorginho Mello acredita no bom censo para que situação normalize - Foto: Montagem/Divulgação/PRF


Eleito governador em Santa Catarina com apoio de bolsonaristas, Jorginho Mello (PL) não concorda com as manifestações que bloqueiam as rodovias do estado nesta segunda-feira (31).

Ao menos 53 trechos de rodovias federais e estaduais estão bloqueados na tarde desta segunda-feira (31) em Santa Catarina, segundo balanços da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PMRv (Polícia Militar Rodoviárias). Dentre os bloqueios, 36 ocorrem nas pistas federais e 17 nas estaduais, segundo boletim da PRF divulgado às 15h.

Manifestantes não concordam com o resultado das urnas e pedem a presença do exército.

 

"Eu sei da paixão e da dor que os bolsonaristas estão tendo neste momento, mas eu não concordo com manifestação. Quebradeira não constrói nada, não vai mudar nada", afirmou.

 

Nas imagens dos protestos compartilhadas, é possível ver grupos de manifestantes com camisetas e bandeiras do Brasil. Há trechos em que os manifestantes queimaram pneus, pedaços de madeiras, estacionaram veículos em local proibido e colocam areia ou terra em toda a via.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não há liderança para negociar a liberação dos trechos. A PRF também informou que atua de forma pacífica para liberar as vias.

Em entrevista, o governador eleito com maior porcentagem do país, também disse que é "uma pessoa da paz", que respeita as manifestações e que "os bolsonaristas foram muito importantes para ele, mas que espera pacificação ao longo do dia.

Jorginho Mello (PL), venceu, em 2º turno, o candidato Décio Lima (PT) com 2.983.949 dos votos válidos, um total de 70,69%.

O governador eleito tem como vice a delegada Marilisa Boehm, do mesmo partido e concorreu pela primeira vez ao cargo.

Jorginho é senador da República e se licenciou do cargo para concorrer às eleições deste ano. É a primeira vez que o PL elege um governador em Santa Catarina.

Em 1º de janeiro tomará posse e receberá a faixa de Carlos Moisés (Republicanos), que disputou à reeleição, mas ficou em terceiro lugar no primeiro turno.


Por g1

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo