Traficante é preso em Ituporanga

Operação envolvendo Polícia Civil e Militar ocorreu nesta sexta-feira (23).

Traficante é preso em Ituporanga

Imagem Ilustrativa (Reprodução Internet)

 

Após investigação realizada há meses a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Ituporanga e contando com o apoio das Delegacias de Polícia da Comarca de Ituporanga, Delegacias de Polícia dos Municípios de Imbuia e Leoberto Leal, bem como com apoio da Polícia Militar de Ituporanga, prendeu em flagrante delito, na tarde de sexta-feira (23), M. C. de O. F., 38 anos, pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico envolvendo adolescentes, desobediência e resistência.

Entenda o caso:

Em decorrência do recebimento de diversas denúncias anônimas e informes repassados pela população a Polícia Civil de Ituporanga passou a investigar M. C. de O. F. pela prática dos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico envolvendo adolescentes.

Assim é que a partir do mês de julho a equipe de investigação composta por diversos policiais da 20ª Delegacia Regional de Polícia passou a monitorar a movimentação do investigado que, conforme os informes recebidos, associado a outra pessoa estaria comandando o comércio de estupefacientes no bairro Nossa Senhora de Fátima, popularmente conhecido como “Perimbó”, neste Município de Ituporanga – SC.

As denúncias davam conta, inclusive, de que o investigado utilizava diversos adolescentes para realizar a venda de entorpecentes.

Devido ao monitoramento realizado os policiais civis lograram êxito em abordar na tarde do dia 23/11/2018 um adolescente portando sete buchas de substância semelhante à Cocaína, que estavam devidamente fracionadas, separadas e que eram destinadas ao comércio, logo após deixar a casa do investigado.

Ato contínuo, os policiais abordaram, também logo após deixar a casa do suspeito, um usuário que portava consigo, para fins de consumo, seis buchas de substância semelhante à Cocaína.

Cientes de que a prática do mercadejo de entorpecentes efetivamente estava sendo perpetrada, os policiais abordaram o suspeito e sua esposa em frente a sua residência, ocasião em que verificaram que a companheira do investigado portava no interior de sua bolsa, também para fins comerciais, um pequeno torrão de Maconha.

Após receberem voz de prisão o investigado e sua esposa passaram a desobedecer aos comandos policiais e, em flagrante desrespeito às forças de Segurança Pública, a resistir, mediante violência, à execução da abordagem, tanto que empreenderam fuga, razão pela qual diversas guarnições policiais, inclusive da Polícia Militar e policiais que estavam de folga, prestaram apoio a ocorrência.

Depois de intensa perseguição e procura pelo suspeito, M. C. de O. F. restou localizado e abordado pela Polícia Militar quando estava abrigado em meio a um matagal.

Ante a detenção do investigado, dos fatos ocorridos e do inequívoco estado flagrancial policiais civis ingressaram ao domicílio do suspeito, local em que foram apreendidos, dentre outros objetos, mais uma bucha de substância semelhante à Cocaína e diversas pontas de cigarro de Maconha.

Frente aos fatos, M. C. de O. F. foi conduzido à Delegacia de Polícia para a confecção do respectivo procedimento, tendo sido autuado em flagrante delito pela prática dos crimes tipificados pelos artigos 33, caput, e 35, caput, ambos c/c artigo 40, inciso VI, da Lei nº 11.343/06 e artigos 329, § 1º e 330, ambos do Código Penal.

Ao término da confecção do procedimento o Delegado de Polícia responsável pela condução do procedimento representou pela conversão da prisão em flagrante delito em prisão preventiva considerando, sobretudo, o fato de M. C. de O. F. já ter sido condenado duas vezes pela prática do crime de tráfico de drogas.

M. C. de O. F. foi conduzido ao Presídio, local em que permanece à disposição da Justiça.

A Polícia Civil Catarinense registra seu agradecimento a todas as pessoas que de alguma forma colaboraram com a investigação fornecendo informações relevantes para o sucesso da investigação e prisão de um dos maiores líderes da narcotrâficância no Município de Ituporanga - SC, sobretudo, a Polícia Militar de Ituporanga que, sempre de maneira abnegada, não deixa de medir esforços para prestar apoio quando necessário.

Colabore você também: ligue para o número 181, o disque denúncia da Polícia Civil.

Você pode não ver, mas estamos sempre presentes.
Polícia Civil de Santa Catarina.

Outras Notícias

PUBLICIDADE