Suspeito de matar missionária que teve orelha arrancada em Alfredo Wagner é preso em Penha

Homem foi detido na última quarta-feira por furtar uma televisão.

Enviar no WhatsApp
Suspeito de matar missionária que teve orelha arrancada em Alfredo Wagner é preso em Penha

Foto: Reprodução / Facebook / Facebook

 

Um homem de 28 anos suspeito de matar a missionária Maria Aparecida Firmino em Alfredo Wagner, foi preso na manhã de quarta-feira, 4. De acordo com a Polícia Civil, ele foi preso em Penha, no litoral norte catarinense, por furto de uma televisão. Posteriormente, foi identificado como o "autor do homicídio da missionária".

A mulher de 51 anos foi morta no dia 17 de junho, no Alto Rio da Lessa, em Alfredo Wagner. Ela cuidava de um pastor que tinha paralisia nas pernas e era proprietário de um sítio onde costumava receber pessoas para evangelização, principalmente dependentes químicos. 

Segundo relato do pastor, Maria Aparecida teve a orelha arrancada com um facão e, em seguida, foi atingida com uma paulada na cabeça. Na sequência, o homem roubou o carro do pastor e atropelou a missionária duas vezes. Segundo a Polícia Civil, não está clara a motivação do crime. Maria Aparecida morreu no dia 19, no Hospital São José.

O suspeito foi preso em Penha por furto, na quarta-feira, 4, mas teria a prisão "relaxada", segundo o agente da Polícia Civil Vanderlei Kanopf. Ao saber da prisão, Kanopf, que responde pela delegacia de Alfredo Wagner, enviou o mandado de prisão temporário e garantiu a detenção do suspeito de 28 anos — inicialmente, a informação era de que ele teria 25 anos.

— Vamos interrogá-lo na segunda-feira, 9, e em cima do que ele contar faremos mais diligências ou encerramos as investigações. De qualquer maneira, já sabemos que foi ele o autor do homicídio — disse Kanopf.

 

Por Rafael Thomé

Hora de Santa Catarina 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo