Proprietário de supermercado é preso em flagrante por furto de energia elétrica

Enviar no WhatsApp

 

A POLICIA CIVIL em ação conjunta com a POLICIA MILITAR de Laurentino, atendendo a chamada dos agentes da CELESC, foram até um comercio no centro da cidade.  Ali os agentes fiscalizadores da CELESC haviam identificado um furto de energia elétrica, vulgo "gato".

Os peritos criminais do IGP compareceram no local, e também confirmaram o ilícito penal.

O proprietário do Supermercado foi preso em flagrante delito pelos policiais, pois confirmou que tinha conhecimento do fato e que este já estava ali quando adquiriu o local.

A delegada de polícia Andreia lavrou o Auto de Prisão em Flagrante do autor, e como o mesmo era réu primário, foi arbitrado uma fiança de tres salários mínimos, a qual foi recolhida.

Após interrogatório, o cidadão infrator foi liberado e responderá ao processo em liberdade.  O APF foi encaminhado ao Fórum da comarca de Rio do Oeste.

A pena que o comerciante está sujeito (após julgado se condenado) é de 01 a 04 anos.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo