Polícia prende dois homens suspeitos de homicídio em Rio do Sul

Enviar no WhatsApp
Polícia prende dois homens suspeitos de homicídio em Rio do Sul

Foto: Divulgação / DIC Rio do Sul

A Polícia Civil através da Divisão de Investigação de Rio do Sul (DIC) solucionou o homicídio que vitimou Gleison James Schulze, ocorrido na última quinta-feira, dia 04, no Centro de Rio do Sul. A DIC foi acionada na data do crime e deu início às investigações, sendo que de imediato foram angariadas informações importantes para a solução do caso.

Posteriormente, após denúncia detalhada recebida pelos agentes de polícia que confirmaram as informações iniciais que a polícia possuía, desencadeou-se uma série diligências que culminaram com a confissão do mandante do crime e a apreensão da arma de fogo utilizada pelo autor para cometer o crime, e a prisão dos envolvidos.

Na tarde desta segunda-feira (8) os policiais encontraram o veículo supostamente utilizado no crime em poder do suposto autor, A.R.S., de 34 anos, o qual tentou descaracterizar o veículo retirando as películas e outros acessórios para que não fosse reconhecido, bem como, a arma utilizada para matar Gleison, que foi encontrada na ocasião da abordagem do homem de 25 anos, A. M., que confessou ser o mandante do crime.

Segundo o suposto mandante do crime, o motivo da execução foi ciúmes da sua esposa, que teria se relacionado com a vítima em um período que o casal estava separado, sendo que além de contratar o executor do crime, com a promessa de pagamento de R$4.000,00 (quatro mil reais) após a morte da vítima, ainda foi o responsável por conseguir a arma utilizada no crime e por levantar as informações necessárias para a execução do crime, como o endereço da residência da vítima.

O mandante do crime foi preso em flagrante pela posse ilegal da arma de fogo que estava em seu poder, crime pelo qual não pagou a fiança estipulada pela Autoridade Policial. Os conduzidos foram encaminhados ao Presídio Regional de Rio do Sul, onde ficarão à disposição do Delegado responsável pelo caso, a princípio pelo período de 30 dias, uma vez que as investigações e diligências continuarão até a conclusão do inquérito policial.

Divisão de Investigação de Rio do Sul

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo