Polícia Federal prende professor catarinense em inquérito que apura atos antidemocráticos

Enviar no WhatsApp

 

Um professor de Otacílio Costa, na Serra Catarinense, foi preso pela Polícia Federal no fim da tarde deste domingo (5), no âmbito das investigações por organização de atos antidemocráticos. O mandado de prisão foi expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

O nome do homem preso ainda não foi divulgado. De acordo com o advogado Silvano Willian Antunes, que o representa, a decisão do ministro afirma que seu cliente "estaria supostamente convocando a população para prática de atos criminosos e violentos".

O advogado acredita que a motivação para a prisão tenha sido a participação do professor em uma live, na última sexta-feira (3). Ele disse à coluna que seu cliente afirma ter sido vítima de uma "arbitrariedade".

A defesa o requisitou acesso à íntegra do inquérito ao STF, e prepara um pedido de habeas corpus. Depois de passar pela Delegacia da PF, no início da noite o professor foi encaminhado ao Presídio Regional de Lages.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo