Polícia Civil prende três suspeitos de roubo a bancos no Alto Vale do Itajaí

Mandados de prisão foram cumpridos nas cidades de Pouso Redondo e Agrolândia. Roubos ocorreram em agências de Mirim Doce.

Enviar no WhatsApp
Polícia Civil prende três suspeitos de roubo a bancos no Alto Vale do Itajaí

Polícia Civil cumpriu mandados durante a Operação Arremate — Foto: Polícia Civil/Divulgação

 

Três homens foram presos, nesta quinta-feira (13), suspeitos de participarem de roubos a bancos ocorridos em março em Mirim Doce, no Vale do Itajaí. As ações foram realizadas pela Polícia Civil durante a Operação Arremate, quando foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva em Pouso Redondo e Agrolândia.

A investigação durou cerca de três meses e apontou que os suspeitos integravam o grupo criminoso, que atuava tanto no planejamento, quanto da execução.

Segundo a polícia, eles foram responsáveis por fazer o levantamento das agências bancárias e dos policiais do município. Além disso, são suspeitos de ajudarem na fuga dos criminosos ao jogar miguelitos (artefato feito com pregos) nas rodovias e monitorar via rádio a Polícia Militar.

Na garagem da casa de um dos suspeitos, os policiais encontraram um buraco que teria sido cavado pelos integrantes do grupo, durante o planejamento da ação. O objetivo era esconder as armas usadas no crime e o dinheiro que seria roubado das agências bancárias.

 

O crime

No dia 1º de março deste ano, seis homens fortemente armados participaram do roubo as agências dos bancos do Brasil e Cresol de Mirim Doce. Eles estavam em dois carros e realizaram uma ação simultânea nas duas agências.

Os homens dispararam várias vezes durante o roubo. Um dos disparos atingiu o carro do prefeito da cidade, que estava estacionado nas proximidades.

Além de roubarem cerca de R$ 130 mil, os criminosos levaram como refém o gerente de uma das agências bancárias. Ele foi libertado durante a fuga, um pouco antes de abandonarem os veículos na rodovia BR-470, atearem fogo em um deles e entrarem em uma região de mata.

Entre as seis pessoas, quatro foram presas em flagrante pela Polícia Militar e outras duas morreram em confronto durante a fuga.

 

Arremate

O nome da operação faz referência à conclusão das investigações sobre o caso, que resultou nas prisões e no esclarecimento do roubo ocorrido em Mirim Doce.

 

Por G1 SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo