Polícia Civil investiga mensagem racista em rede social de jovem, em Atalanta

Polícia Civil investiga mensagem racista em rede social de jovem, em Atalanta

Jovem recebeu a mensagem em sua rede social (Foto: Reprodução)

 

A Polícia Civil de Atalanta vai investigar o caso de uma moradora, que nesta segunda-feira, sofreu uma ofensa em sua página pessoal no Facebook.

A vítima, uma jovem de 18 anos, registrou ocorrência por injúria racial na Delegacia. De acordo com a Polícia, é possível chegar a todos os criminosos que praticam crimes on-line. Às vezes a pessoa acha que fica impune, mas não é bem assim.

O policial civil da Delegacia de Atalanta, Alessandro Rivieri, destaca a importância de as vítimas estarem indo a delegacia e registrar ocorrências como essa, o quanto antes.

“Orientamos que as pessoas imprimam a página com os comentários e ofensas o quanto antes, pois eles podem ser facilmente apagados e depois vá ao cartório registrar, onde isso servirá para prova no júri. Qualquer delegacia está habilitada para receber essas denúncias”.

“Quando fui abrir meu facebook, me deparei com essa mensagem de solicitação, já que ele não é meu amigo. Tenho pena de pessoas assim, que agem dessa maneira, mas não pode ficar impune, isso é crime”, destacou a jovem em sua rede social. Depois de a jovem postar o caso em sua rede social, várias de pessoas deixaram recados de apoio a ela para que registrasse o caso na delegacia.

O Policial Civil destaca que a injúria racial é crime e quem a pratica pode ser preso. “As pessoas acham que podem falar o que querem, mas não é bem assim, a pessoa tem direito de opinião, mas desde que não ofenda o próximo. É lamentável que nos dias de hoje ainda exista pessoas racistas”, destacou Rivieri.

A polícia apura também outras mensagens na rede social do homem que foram compartilhadas com texto que acaba ofendendo crianças negras.

A injúria racial, que está prevista no artigo 140, parágrafo 3°, do Código Penal, estabelecendo pena de reclusão de um a três anos, além de multa, é considerada uma ofensa à dignidade ou ao decoro, utilizando para isso elementos ou palavras referentes à raça, à cor, à etnia, à origem, à religião de uma pessoa de raça diferente, ou mesmo à origem ou condição de uma pessoa idosa ou portadora de deficiência.

       

Por Diário do Alto Vale

Outras Notícias

PUBLICIDADE