Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão em cidade do Alto Vale

Enviar no WhatsApp
Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão em cidade do Alto Vale

PC/SC Jornal Tribuna do Vale

 

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Rio do Campo, cumpriu nesta tarde (19), mandado de busca e apreensão na residência de investigado pela prática de crimes de "agiotagem", estelionato e falsidade documental. 

Ao final da diligência, foram apreendidos dinheiro em espécie, diversas folhas de cheque, notas promissórias, comprovantes bancários, caderno com anotações, e um aparelho celular. O material apreendido será analisado em cotejo com as informações já coletadas durante a investigação.

Em março do corrente ano foi instaurado Inquérito Policial para apurar a conduta de um homem que estaria emprestando dinheiro para várias pessoas na cidade, e cobrando juros considerados abusivos. Ademais, as vítimas que compareceram na delegacia informaram que o agiota exigia como garantia para concessão dos empréstimos que fossem assinadas notas promissórias, entretanto, o campo aonde deveria ser inserido o valor do título permanecia em branco, possibilitando assim o investigado inserisse qualquer valor posteriormente. 

Assim, mesmo após receber os valores decorrentes de alguns empréstimos, o investigado, além de se negar a devolver as notas promissórias para as vítimas, ainda inseria um valor a maior em referidos títulos executórios, e exigia que elas efetuassem novo pagamento.

Diante das negativas das vítimas em realizar tais pagamentos, o investigado protestou as notas promissórias adulteradas, no intuito de forçar as vítimas a efetuarem os pagamentos. 

Ao final da investigação, o investigado poderá responder pelos crimes de usura ("agiotagem"), falsidade documental e estelionato.

Fonte: Jornal Tribuna do Vale 

 

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo