Polícia apura relação entre morte de marido e mulher assassinados na mesma semana

Enviar no WhatsApp

 

A Polícia Civil de Rio do Sul segue nas investigações do mistério da morte de Rafael Fachner e da esposa, Pamela Silva, morta três dias depois no município. Os crimes cometidos pelo homem podem estar relacionados ao homicídio da jovem.

Após o assassinato do marido, no dia 5 de setembro, a jovem foi morta a tiros na última sexta-feira (8) no bairro Santa Rita. Segundo o delegado Thiago Cardoso, teriam sido disparados cinco tiros contra a vítima, visto que o laudo cadavérico ainda não foi disponibilizado.

Inclusive, Rafael teria cometido homicídios e tráfico de drogas. “Nenhuma hipótese ou linha investigativa está descartada nesse início. Todavia são fortes os indícios de que os dois homicídios estejam relacionados”, alega o delegado.

Em publicação feita pela Pamela na última quarta-feira (6) em uma rede social, ela lamentou a morte do esposo:

“E agora quem vai me acordar de manhã cedo me dar bom dia me dizer ‘tenha um ótimo dia? Tínhamos tantos planos e por ventura alguém roubou todos eles da gente”, declarou Pamela.

RELEMBRE O CASO

Rafael, de 22 anos, foi encontrado morto a tiros no bairro Pamplona, por volta das 23h da terça-feira (5), dentro da casa onde morava com Pamela. Ele tinha diversas perfurações pelo corpo.

 

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo