Morre homem que foi esfaqueado após discussão sobre política em Rio do Sul

Após o crime, o autor foi até a sua casa, falou para a esposa que havia "matado" um homem, e fugiu

Enviar no WhatsApp
Morre homem que foi esfaqueado após discussão sobre política em  Rio do Sul

Hildor Henker não resistiu aos ferimentos e morreu neste domingo (25) - Foto: Redes Sociais

 

Hildor Henker foi conduzido pelo Samu ao Pronto-Socorro do Hospital Regional no final da tarde deste sábado (24), após ser esfaqueado.

A vítima apresentava estado gravíssimo. Um golpe atingiu a artéria femoral. 

Segundo informou a irmã da vítima, Katrin Henker Moecke, em nota nas redes sociais, ele passou por cirurgia, que, mesmo sendo bastante complicada, correu bem. Mas, que mesmo assim veio a óbito na manhã deste domingo (25). 

Hildor Henker tinha 34 anos e trabalhava como Educador Social no Casep de Rio do Sul.

A artéria ou veia femoral é a segunda maior artéria do corpo (a primeira é a aorta), podendo-se dizer que são prolongamentos da artéria aorta, havendo uma artéria femoral em cada perna. Além disso, são as principais responsáveis pela chegada de sangue oxigenado para os membros inferiores.

O que acontece se romper a artéria femoral?

A veia femoral leva ao coração todo o sangue que sai da perna. Ferimento profundo nessa veia pode matar uma pessoa em até 20 minutos.

Por Rádio Sintonia FM

 

Sobre o crime

Na tarde deste sábado (24) a Polícia Militar de Rio do Sul atendeu ocorrência de tentativa de homicídio em um bar, na Estrada Boa Esperança, Bairro Fundo Canoas em Rio do Sul. 

Quando a guarnição chegou ao local, às 16h30, o Corpo de Bombeiros e o Samu já prestavam atendimento à vítima. 

Segundo relato da proprietária do estabelecimento, os envolvidos estavam no estabelecimento consumindo bebida alcoólica.

Segundo testemunhas que estavam no local, em certo momento, os dois passaram a discutir sobre política e questões familiares. O suspeito teria desferido um tapa no rosto da vítima. Este segurou o pescoço do autor e o tirou do bar. Quando o suspeito então voltou para dentro do estabelecimento, a proprietária avistou sangue nas vestes da vítima, que ao olhar percebeu que havia sido esfaqueado. A vítima cruzou o interior do bar e caiu do lado de fora, por outra saída do estabelecimento, muito ensanguentado.

O homem esfaqueado, de 34 anos, foi conduzido ao Pronto-Socorro do Hospital Regional em estado grave.

Ainda durante o atendimento à vítima, a guarnição foi informada de que o suspeito teria ido até sua casa, avisado sua esposa que teria matado alguém, pegou algumas roupas e saiu de casa.

Segundo a PM, o suspeito saiu do local em um carro prata da marca Honda e mostrando a faca utilizada no crime. Foram feitas rondas, mas, até o início da noite deste sábado (24), ele não havia sido localizado. 

A guarnição isolou o local e acionou a Polícia o Instituto Geral de Perícia (IGP).  

Em seguida, se deslocou até o Hospital Regional  para averiguar a situação da vítima, sendo informada de que a faca pegou a artéria femoral, e a vítima passaria por procedimento cirúrgico, estando em estado grave.

Às 20h25 desta noite de sábado (24), o homem seguia em procedimento no Centro Cirúrgico. 

 

Com informações da PM de Rio do Sul

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo