Laudo aponta que bebê morreu por asfixia em creche domiciliar, em Presidente Getúlio

Equipe que atendeu a criança, não descarta que ele possa ter se engasgado com a própria saliva

Enviar no WhatsApp
Laudo aponta que bebê morreu por asfixia em creche domiciliar, em Presidente Getúlio

Foto: Reprodução

 

Asfixia por afogamento, essa foi a causa da morte, segundo laudo do Instituto Médico Legal (IML), do bebê de 8 meses que morreu em Presidente Getúlio em uma creche domiciliar na última segunda-feira (24).

Segundo o delegado responsável pelo caso Thiago Cardoso, um inquérito policial foi aberto para investigar se houve negligência ou imprudência por parte da responsável pela casa.

A criança chegou a ser atendida pelo Corpo de Bombeiros Voluntários e também pela equipe avançada do Arcanjo 03 de Blumenau. Porém o bebê entrou em parada cardiorrespiratória e não foi possível reverter o quatro, vindo a óbito.

A equipe que atendeu o bebê, não descarta que ele possa ter se engasgado com a própria saliva, porém, o laudo apontou “asfixia por afogamento”, mas não o que causou a situação.

 

Fonte: Rede Web TV/Giacomo Miranda

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo