Homem que desferiu golpe que levou vítima a morte em Rio do Sul, se apresenta à polícia

Enviar no WhatsApp
Homem que desferiu golpe que levou vítima a morte em Rio do Sul, se apresenta à polícia

Imagem: Reprodução

 

O homem que desferiu uma facada no sábado (24), que levou a morte de Hildor Henker no domingo (25), se apresentou na tarde desta terça-feira (27), ao delegado responsável pelo caso, Juliano Tumitan, na Delegacia de Polícia Civil em Rio do Sul. Ele estava acompanhado de um advogado. 

Segundo o delegado, o autor contou sua versão sobre o motivo da discussão, mas negou que tenha se tratado de questão política. Seria questão de defesa da honra de cada um. Relatou ainda que a vítima lhe deu "uma gravata" e que quando ele foi se desvencilhar, sacou de um canivete e desferiu na perna da vítima. 

O delegado informou ainda que o autor foi liberado devido a legislação eleitoral, que não permite a prisão de nenhum eleitor 5 dias antes e 48 horas após a eleição. 

O homem, de 58 anos, não tem antecedentes criminais.

 

A investigação

O delegado Juliano Tumitan informou que identificou três testemunhas que até então eram conhecidas apenas por apelido. 

A polícia aguarda resultados de laudos da perícia do local do crime e de imagens de câmeras de segurança. 

 

Por Vanessa Montibeller e Isabel Caetano para Rádio Sintonia FM

Outras Notícias

PUBLICIDADE

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Confira nossa Política de privacidade e nosso Termo de uso.

Concordo